Jornalista Gabriel Luiz publica foto e comemora recuperação: 'nova chance que Deus me deu'

Repórter ainda comentou sobre a expectativa de ter alta nos próximos dias

Jornalista Gabriel Luiz publica foto no Instagram
Legenda: Esperançoso sobre o futuro, Gabriel considera que 'nasceu de novo'
Foto: Reprodução/instagram

Neste domingo (1º), o jornalista Gabriel Luiz, editor e repórter da TV Globo em Brasília, publicou pela primeira vez uma foto no feed do Instagram desde que foi esfaqueado próximo de casa, na capital do Distrito Federal.

Internado desde 14 de abril, dia do crime, Gabriel compartilhou uma foto para agradecer o carinho do público e comemorar a recuperação, na expectativa de ter alta nos próximos dias.

“Eu estou vivo! Olha, eu devo ter uma proteção gigante lá de cima por sair dessa vitorioso e sem sequela nenhuma. Não tem outra explicação. Só me cabe agradecer e me agarrar a essa nova chance que Deus me deu, com a expectativa de ter alta nos próximos dias", escreveu.
Gabriel Luiz
jornalista

Gabriel ressaltou a importância dos profissionais que o acompanharam para a recuperação. "Se estou aqui hoje também é porque meu destino colocou pessoas de luz perto de mim: os vizinhos que me socorreram, os bombeiros que chegaram em minutos, e principalmente as equipes do Base e do Hospital Brasília, que me atenderam com precisão, experiência e sabedoria. Devo tudo a esses profissionais", agradeceu.

O jornalista também agradeceu pela torcida enquanto enfrentou momentos difíceis. “Perto de mim, minha família, meus amigos e meus parceiros de trabalho vêm renovando minha força de vontade dia após dia. E eu tenho recebido tanta mensagem de carinho, tantas orações! Tenham certeza que todas fizeram a diferença. Todas. Por isso, quero agradecer por cada uma delas. Obrigado a quem pensou no meu bem”, disse.

Futuro de esperança

Esperançoso, Gabriel disse que tem sede de viver e considera que 'nasceu de novo'.

"E agora, eu escolho viver muito. Com ainda mais amor, ainda mais energia e paz, cercado de pessoas que me querem bem. É uma vida que se abre, com um universo de possibilidades e de esperança pela frente. Quero devorar meus apetites. Tenho sede de oxigênio. Obrigado pelo carinho de todos. Do Gabriel que nasceu de novo", finalizou o repórter.

Relembre o caso

Gabriel está hospitalizado desde o dia em que foi abordado por dois jovens que aplicaram um golpe mata-leão e o esfaquearam com ao menos 10 golpes, próximo à casa dele, no Sudoeste. 

O porteiro do prédio onde mora relatou ter ajudado a socorrê-lo. Ao conseguir chegar à portaria após sofrer golpes de faca, o repórter teria dito: “Me ajude. Eles vão me matar! Eu vou morrer!”. 

Após ser submetido a cirurgia e ficar internado na UTI, ele apresentava avanço no tratamento e chegou a andar pelos corredores da unidade na companhia com o auxílio de um fisioterapeuta.

Tentativa de latrocínio

Os suspeitos do crime foram capturados menos de 24 horas após o crime. A prisão do adulto, José Felipe Tunholi, foi convertida em preventiva. Ele está no Complexo Penitenciário da Papuda. A Justiça determinou a internação do adolescente apreendido por 45 dias.

A Polícia Civil trata o caso como tentativa de latrocínio. Investigadores usaram câmeras de segurança para reconstituir o caminho percorrido pelos suspeitos após o crime.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil

Assuntos Relacionados