Você vai deixar que um karma seja o dono do seu destino?

A lei do karma ou a lei da causa e efeito decorre de atos de condutas de ações humanas em outras existências

Legenda: Atraímos aquilo que precisamos aprender em razão dos nossos atos cometidos em vidas passadas
Foto: Leremy/ Shutterstock

A astróloga karmica Dulce Regina, autora de vários livros, elegeu Karma e Regressão para explicar, um pouco, sobre essa conexão com as vidas passadas.

Segundo a astróloga. a palavra “karma” deriva do sânscrito e quer dizer “criar” qualquer vibração que emitimos: palavras, pensamentos, atos que retornam a nós.

Legenda: A astróloga karmica Dulce Regina, autora de vários livros, vai estar em Fortaleza, entre os dias 29 de novembro e 03 de dezembro, promovendo atendimentos a clientes para tratar sobre: mapa karmico / diagnóstico espiritual; karmas e relacionamentos karmicos; mapa dharmico/conquistas positivas de vidas passadas / missão; revolução solar/orientação para o ano/horário meditação; regressão / limpeza karmica; sinastria / karmas e compatibilidades entre 2 pessoas.
Foto: Arquivo pessoal

O que plantamos, colhemos. Não existe sorte ou azar. Existe merecimento. Atraímos aquilo que precisamos aprender em razão dos nossos atos cometidos em vidas passadas.

A astrologia kármica parte do princípio de que, no momento do nosso nascimento, quando respiramos pela primeira vez, entramos em contato com a energia do universo e começamos a atrair as lições que devemos aprender nesta encarnação.

Quando encarnamos escolhemos o país, a família e as situações que precisamos passar para resgatar nossos karmas.

A Justiça Celestial é generosa?

Além do karma pessoal, também, adquirimos karmas com as pessoas que nos relacionamos: negativos ou positivos (“dharmas”).

Cria-se um vínculo karmico quando fazemos algo para alguém. Se houver a culpa e, uma das partes sente raiva, é criado um fio energético entre esses dois espíritos que ficam reencontrando-se durante várias vidas, adquirindo mais karmas um com o outro e muitos desentendimentos.

A dica que a Dulce Regina deixa é: "procure resolver o karma através da regressão, porque auxilia no processo de compreensão, perdão e libertação."

Todo tempo é tempo para aprendizado. A Justiça Celestial acolhe o bom aprendiz!

Para que serve a regressão?

A regressão é um meio de se chegar aos traumas que aconteceram nesta vida ou em uma vida passada, bloqueando situações na vivencia atual, tais como: medo, tristeza, angústia, insegurança.

Emoções acumuladas causam problemas de saúde tanto emocional, como física.

Por essa razão é fundamental “limpar” o passado, retirando o “lixo” acumulado em nossa mente e no nosso espirito, através de processos de regressão.

O futuro é uma consequência da libertação do passado!

Portanto, quem faz o seu destino é você.

*Esse texto reflete, exclusivamente, a opinião da autora.