Luta de Mike Tyson não terá nocaute, diz organização

A luta com Roy Jones será de exibição e inclui o veto ao modo clássico de finalização: o nocaute.

Legenda: Tyson voltará aos ringues aos 54 anos
Foto: Tannen Maury/AFP

A comissão responsável pela organização da luta entre Mike Tyson, 54, e Roy Jones Jr, 51, reforçou que trata-se de um combate de exibição e adotou medidas rígidas de segurança, que incluem o veto ao modo clássico de finalização: o nocaute.

“O árbitro terá autoridade para interromper a luta se ela se afastar dos limites de uma exibição competitiva de boxe”, disse Andy Foster, diretor executivo da Comissão Atlética do Estado da Califórnia, em entrevista para a "Sky Sports".

De acordo com Foster, as medidas vão evitar que um dos combatentes seja derrotado por nocaute  para garantir a segurança dos pugilistas. “Não podemos enganar o público como se fosse uma luta real”.

“É uma exposição. Eles podem exibir suas habilidades, mas não quero que eles usem seus melhores esforços para se machucar. Eles vão treinar muito, mas não devem nocautear. Não é um tipo de luta registrada. Não é a decisão pelo cinturão”, completou Foster.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?