Amado Batista pede desculpas na Justiça por dizer que Lula e a família roubaram durante governo

Cantor foi alvo de queixa-crime por injúria

Lulinha e Amado Batista agora pedem que a Justiça determine que a retratação seja veiculada no site e no canal de YouTube
Legenda: Lulinha e Amado Batista agora pedem que a Justiça determine que a retratação seja veiculada no site e no canal de YouTube "Blog do Magno"
Foto: Reprodução/Instagram

O cantor Amado Batista pediu desculpas ao filho do ex-presidente Lula (PT) e empresário Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, após ser alvo de uma queixa-crime por injúria.  Eles entraram em acordo nesta semana perante o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). A informação foi divulgada pela colunista Mônica Bergamo.

Em 2021, durante entrevista ao programa "Frente a Frente", transmitido pela Rede Nordeste de Rádio, o cantor disse que tanto Lula quanto os filhos dele praticaram roubo durante os governos do PT.

Por causa do acordo entre Amado Batista e Lulinha que resultou no pedido público de desculpas, a punição pelo crime de injúria foi extinta. O Ministério Público também endossou a extinção da punibilidade e se manifestou pelo arquivamento.

Lulinha e Amado Batista agora pedem que a Justiça determine que a retratação seja veiculada no site e no canal de YouTube "Blog do Magno", do apresentador Magno Martins — espaço onde as afirmações do cantor foram publicadas pela primeira vez.

 

Quero receber conteúdos exclusivos do É Hit