Arremedo de pré-temporada de Ceará e Fortaleza

Em 20 dias pode alguém, por mais milagreiro que seja, colocar no ponto algum time de futebol?

Atletas de Ceará e Fortaleza correm em campo, em fotos divididas
Legenda: Atletas de Ceará e Fortaleza intensificam treinamentos para início da temporada
Foto: Divulgação/CSC/FEC

Fortaleza e Ceará entraram para a fase direta de preparação, que alguns denominam de pré-temporada. A meu juízo, o modelo de pré-temporada que conheci difere bastante das práticas atuais. Motivo simples: hoje o tempo entre a preparação e o início das competições é mínimo. Não dá realmente para deixar as equipes no melhor condicionamento.

Dirão, talvez, que lá vem o colunista com sua visão de passado. Não é isso. A conclusão será do próprio torcedor. Pergunto: em 20 dias pode alguém, por mais milagreiro que seja, colocar no ponto algum time de futebol, máxime para os desafios das competições de alta performance? Claro que não dá.

Quando eu era repórter, na década de 1960, a preparação era de dois meses. Aí, sim, se poderia chamar de pré-temporada. O time ficava numa estância especial, com todo o aparato para garantir aos atletas o que havia de melhor. Jogos amistosos estratégicos eram marcados, inclusive numa escala de dificuldades. Primeiro, time mais fraco. Depois, times que pudessem exigir mais. O grau de dificuldade obedecia a uma sequência lógica, na medida em que os jogadores iam alcançando as metas estabelecidas. Era assim que a coisa funcionava. O resultado era bom. 

Competições 

Verdade que, na época a que me referi no comentário inicial, não havia esta avalanche de competições. O tempo disponível era bem maior que os de hoje. Dava para estender. Agora, não. As competições chegam aos borbotões. É copa disso, daquilo e daquilo outro. E tome jogos. E tome viagens. E tome aporrinhações. O melhor mesmo é traçar estratégias e seguir. 

Exemplo 

Uma das melhores pré-temporadas que acompanhei aconteceu com o Ceará em 1984. O então presidente do clube, Franzé Moraes, contratou o técnico Carlos Alberto Zanata, que, quando jogador, brilhou no Vasco (campeão brasileiro de 1974) e também no Flamengo. Zanata fez belo trabalho na pré-temporada. Resultado: Ceará campeão cearense, com todos os méritos.  

Tempo 

Ao contrário de hoje, havia tempo para a pré-temporada. Aí, sim, pré-temporada. Não posso entender vinte dias como pré-temporada. É um arremedo. Por isso é que os campeonatos geralmente começam com baixo nível de produção. A rigor, as equipes vão sendo ajustadas já no transcorrer da competição. Bonde andando. 

Hotel das Paineiras 

Pré-temporadas, com direito a repouso em hotéis situados no meio da natureza, fizeram parte da programação dos grandes times como Flamengo, Vasco, Fluminense, Botafogo e a Seleção Brasileira, nas décadas de 1950 e 1960. Todos, na pré-temporada, usaram o famoso Hotel das Paineiras, na Floresta da Tijuca, pulmão verde do Rio de Janeiro. Aí, tudo bem.



Assuntos Relacionados