Sete são presos suspeitos de participar de 20 homicídios entre fevereiro e junho em Fortaleza

As prisões aconteceram nos bairros Dias Macedo e São Miguel

Legenda: O grupo investigado em pelo menos 13 inquéritos policiais por homicídios
Foto: Darley Melo

Sete pessoas foram presas em uma operação da Polícia Civil suspeitas de ter ligação com 20 assassinados registrados no Conjunto Santa Filomena, no Bairro Jangurussu, em Fortaleza. Segundo o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), esses crimes ocorreram entre os meses de fevereiro e junho de 2020. 

De acordo com o delegado titullar da DHPP, Leonardo Barreto, foram cumpridos seis mandados de prisão e uma prisão em flagrante. Cinco homens foram presos no bairro São Miguel e outros dois no bairro Dias Macedo. Leonardo Barreto afirmou ainda que o grupo preso teria sido expulso do Conjunto Santa Filomena e por vingança teria praticado os assassinatos.  

“Os homicídios aconteceram no Santa Filomena. Há indicativos de que esses indivíduos teriam sido expulsos do Santa Filomena e agora eles estão querendo revidar através de mortes. São indivíduos que já respondem por homicídios, organização criminosa, tráfico ilícito de entorpecentes, dentre outros crimes como também por porte ilegal de arma de fogo”, disse.

A polícia afirmou ainda que três homens conseguiram fugir durante a operação. O homem preso em flagrante fotografou as equipes e alertou aos integrantes da organização criminosa sobre a localização dos policiais civis na região. 

O grupo ainda responde por outros 13 inquéritos policiais por homicídios. As investigações seguem com intuito de prender mais integrantes do grupo. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança