96 estabelecimentos comerciais são fechados e 8 são interditados no Ceará por descumprirem o decreto

Números são referentes às vistorias realizadas no Estado durante o último sábado (6)

Escrito por Redação,

Metro
Fiscalização estabelecimentos comerciais
Legenda: Já as equipes formadas pela Agefis, Guarda Municipal, AMC, BPMA e Corpo de Bombeiros realizaram 19 fiscalizações, que resultaram em sete autuações, cinco interdições por sete dias e quatro notificações
Foto: Divulgação/Agefis

Dos 337 estabelecimentos comerciais do Ceará que foram abordados pela Polícia Militar durante vistorias realizadas no Ceará durante o último sábado (6), 96 foram fechados temporariamente por descumprirem o decreto estadual contra a Covid-19. Outros oito locais foram interditados por sete dias por equipes de fiscalização, em Fortaleza e na Região Metropolitana.

O objetivo da ação é coibir a quebra das regras estipuladas pelo governador Camilo Santana, divulgadas na última terça (2), que visam frear a proliferação da Covid-19 no Estado. O Ceará, segundo dados do monitor epidemiológico do Consórcio Nordeste, lidera o número de mortes pela doença no Nordeste. A preocupação é maior em Fortaleza, que segue uma crescente no número de infectados.

De acordo com o balanço divulgado na tarde deste domingo (7), outros 241 estabelecimentos comerciais foram orientados pelos policiais militares. Os números consideram Fortaleza, Região Metropolitana e interior. 

Outras equipes

Além da Polícia Militar, equipes da Vigilância Sanitária, o BPRaio e o Corpo de Bombeiros ficaram responsáveis por parte da fiscalização e visitaram 23 locais. Destes, três foram interditados por um período de sete dias.

Fiscalização Agefis
Legenda: Também durante o sábado (6), dois paredões de som foram apreendidos
Foto: Divulgação/Agefis

Já equipes formadas pela Agefis, Guarda Municipal, AMC, BPMA e Corpo de Bombeiros realizaram 19 fiscalizações, que resultaram em cinco interdições, sete autuações e quatro notificações. Também durante o sábado (6), dois paredões de som foram apreendidos.

Sábados e domingos

Neste sábado (6), o primeiro após o anúncio do novo decreto, equipes dos órgãos de fiscalização foram distribuídas em Fortaleza para verificar o cumprimento das medidas sanitárias.

Segundo o documento divulgado pelo Governo do Estado, o funcionamento de atendimento presencial do setor de alimentação fora do lar após as 15h, nos fins de semana, está proibido em Fortaleza.