Pauta cheia na Assembleia e com reflexos da pandemia

Nesta segunda, as comissões temáticas da Casa estão convocadas para analisar, pelo menos, sete mensagens do Executivo que devem ser votadas ainda nesta semana

fotografia
Foto: José Leomar

A semana que está começando pode ser a última antes do recesso parlamentar que se inicia após a conclusão da votação de projetos na Assembleia Legislativa, e deve reservar debates acalorados no plenário. Nesta semana, deve ser votado, por exemplo, o Orçamento do Estado para 2021, um ano em que os reflexos da pandemia ainda estarão presentes. Nesta segunda, as comissões temáticas da Casa estão convocadas para analisar, pelo menos, sete mensagens do Executivo que devem ser votadas ainda nesta semana. 

Com o recrudescimento da pandemia da Covid-19, o Governo do Estado está tendo que tomar novas medidas para tentar conter o aumento de casos e de mortes. As ações com foco no controle da doença, nesta reta final do semestre legislativo, devem movimentar também o plenário da Casa. Não só no discurso dos parlamentares, mas há questões que devem ir para votações.

O Ceará está sob efeito de um decreto de calamidade que dura até o dia 31 de dezembro, e este assunto poderá chegar ao plenário. O Estado está analisando a prorrogação, assunto no qual há muitos interessados.

Olhar para frente 

O deputado estadual Elmano de Freitas (PT), que foi candidato à Prefeitura de Caucaia, reconhece que o processo eleitoral de 2020 foi ruim para o seu partido em âmbito nacional. Isso, conforme avalia o parlamentar, requer uma análise do momento político e das estratégias de rumos para o futuro. No Ceará, a eleição dos 18 prefeitos fez com que o partido mantivesse o seu capital político como antes. Além disso, ele considera que o governador Camilo Santana, seu correligionário, saiu forte das urnas. Em Fortaleza, Elmano diz que as sinalizações de Ciro Gomes distanciam o partido do PDT, mas defende diálogo com a gestão Sarto.

Posse virtual? 

Com a solenidade de diplomação dos eleitos sendo em eventos virtuais, câmaras municipais de todo o Estado já estão discutindo a possibilidade de solenidade virtual também para a posse dos novos representantes. A pandemia requer novas posturas. Já que a maioria dos candidatos não tomou os devidos cuidados durante a campanha, alguns inclusive enfrentam processos judiciais na Justiça Eleitoral. Que, pelo menos, cumpram as normas agora. 

Diálogos

O governador Camilo Santana viaja a São Paulo e Brasília hoje para tratar da questão da vacina. A segunda onda da Covid-19 em vários países e a alta nos casos que vem sendo registrada no Brasil tornam a disponibilização da vacina ainda mais urgente. É necessário um plano nacional, mas os estados não podem estar parados esperando isso.