Fotógrafo faz registro raro de ovo de tubarão durante mergulho em Fernando de Noronha

Conhecido como capsula de sereia, ovo foi encontrado a dez metros de profundidade

Ovo de tubarão-lixa
Legenda: Ovo de tubarão-lixa foi fotografado durante mergulho no local chamado de Ressurreta, na Ilha Rata, em Fernando de Noronha
Foto: Renato Magalhães/Ciliares/Divulgação

Um ovo de tubarão-lixa foi documentado em um raro registro pelo fotógrafo Renato Magalhães, na quinta-feira (26), em Fernando de Noronha. As informações são do G1.

O profissional, que produz imagens subaquáticas, fotografou o ovo durante mergulho numa profundidade de dez metros, em um local chamado Ressurreta, na Ilha Rata.

“Eu estava fazendo fotos do mergulho de batismo dos turistas e fiquei feliz porque encontrei a chamada cápsula de sereia, que é o ovo de tubarão. Achei divertido encontrar uma coisa diferente no mar”, contou o fotógrafo ao G1.

Cápsula foi entregue a pesquisa

A cápsula já estava sem o filhote de tubarão e foi entregue ao engenheiro de pesca e especialista na espécie, Leonardo Veras. Segundo o pesquisador, essa foi a primeira vez que viu um registro do ovo no mar, em 31 anos. 

"Essa foto é um achado, é provável que o tubarão tenha nascido poucas horas antes, o material ainda está fresco”, declarou o pesquisador.