Hora de "secar" a concorrência

O Fortaleza está pendurado. Delicada a sua situação. Ao Leão, nesta altura do campeonato, não basta ganhar. Para evitar contratempos mais complicados, existe a necessidade de "secar" os concorrentes diretos. Hoje, por exemplo, a torcida do Fortaleza será toda corintiana. Se o Bahia vencer, além de recolocar o Fortaleza na zona de rebaixamento, passará a somar dez vitórias contra apenas oito do Fortaleza. Vitória é o segundo item de desempate. Um empate no jogo de hoje na Fonte Nova preserva o Leão na 16ª colocação, fora na zona, mas aproximará o Bahia, que ficará com 33 pontos, apenas dois a menos que o time do Pici.

"Secar" é preciso. Não sei como começou o uso da palavra "secar" no futebol. Entrou para o jargão futebolístico. Significa uma torcida forte pela desgraça dos concorrentes. No jogo de ida, pela 11ª rodada, no Estádio Itaquerão, em São Paulo, o Corinthians venceu por 3 a 2. Não foi um jogo fácil como traduz o próprio placar. Otero, Roni e Gil fizeram os gols do Corinthians. Nino Paraíba e Saldanha marcaram os gols do Bahia. Depois, o Corinthians ganhou posições. Hoje está no nono lugar. O Bahia, pelo contrário, continuou a perder posições. É o 17º.

Freguês

O Bahia, no ano passado, tornou-se freguês do Ceará. Foi uma série de vitórias do Vozão, tanto pela Copa do Nordeste como também pela Série A nacional. Quero crer que, nas estatísticas dos jogos entre ambos, nunca houve um período tão desfavorável aos baianos nos confrontos com o Vozão.

Imprevisível

Nesta reta final é impossível prever o que podem aprontar os chamados times que lutam desesperadamente contra o rebaixamento. Citei o exemplo do Vasco. Contratou Luxemburgo. Já fez um estrago no Atlético/MG e segurou o Palmeiras no Allianz Parque. Subiu para a 14ª posição.

O melhor

Quem é o melhor jogador do futebol brasileiro na atualidade? É difícil responder. Há que se pensar, por exemplo, nas posições. No meu modo de entender, Claudinho, do Bragantino, explodiu de vez. Que jogador qualificado no passe, na distribuição, na leitura do jogo e nas finalizações. Demais.

No ano passado, foi fácil escolher o melhor técnico da Série A. O português Jorge Jesus fez um trabalho excepcional no Flamengo. Hoje, Abel Braga, do Inter, é um dos mais cotados.

Fernando Diniz tem vacilado à frente do São Paulo. O português Abel Ferreira está na final da Copa do Brasil e da Libertadores. Ceni perde prestígio no Flamengo. Melhor esperar um pouco para definir.