Sem explicação os azares do Fortaleza

Leia a coluna deste sábado (30)

Imagem mostra técnico de futebol do Fortaleza
Legenda: Leia a coluna deste sábado (30).
Foto: Thiago Gadelha/SVM

Não consigo entender o que está acontecendo com o Fortaleza. Não é coisa aqui da terra. Mas também não posso afirmar que há manifestações de entidades do além. Não acredito em magia ou outros poderes ocultos. Mas parece que há elementos invisíveis nos caminhos do tricolor. Um milímetro, para mais ou para menos, contanto que a bola não entre no gol. A trave sai do lugar à moda desenho animado. Afasta-se para a direita ou para esquerda, num movimento imperceptível a olho nu. Tudo para impedir que o gol do Leão aconteça. O travessão sobe e desce em busca da bola que vem. Os braços dos goleiros adversários se esticam como se de elástico ou de mola fossem. A bola, controlada pelos cordéis de um marionetista mau, só toca nas redes se pelo lado de fora. A fantasia das traves que se mexem faz parte do exercício mental, visando a compreender o incompreensível. Há uma espécie de mau agouro, como praga de algum insatisfeito que deixou o clube. Mil suposições são levantadas. Desisti de descobrir os motivos. Estão além dos modelos táticos e das escalações. É impossível saber o fato gerador de tantos tormentos. Está fora do alcance dos humanos.  

Destino 

Até onde irá esta onda de azares que há tempo bloqueia o Fortaleza? É sabido que as fases, boas ou más, são transitórias num time de futebol. Mas a fase confusa e oscilante do Leão está durando uma eternidade. É uma agonia continuada que leva ao desespero os torcedores. Qual o destino disso tudo? Só Deus sabe. 

Situação 

O Ceará será capaz de repetir a bela atuação que teve no Allianz Parque, em São Paulo, quando com autoridade ganhou do Palmeiras (2 x 3)? No futebol tudo é possível, mas hoje as circunstâncias são bem diferentes. O Palmeiras cresceu. Avançou para a liderança. O Ceará oscilou entre bons e maus momentos. É possível prever o que o Verdão pode mostrar. Quanto ao Ceará... 

Repetição 

Não descarto a possibilidade de outra bela exibição do alvinegro. Se Vina estiver naqueles seus dias iluminados, o Ceará tende a se impor, tal como o fez na virada sobre o Corinthians. Se Mendoza estiver inspirado como na vitória do Ceará sobre o Independiente em Buenos Aires, poderá fazer a diferença. Claro que o grupo terá de acompanhá-los em ritmo e harmonia. 

Inadmissível 

Não quero admitir que o Ceará repetirá a bisonha apresentação que fez em Caxias do Sul, quando perdeu para o então lanterna, o Juventude, por 1 a 0. Isso é que preocupa. Há dias em que o Vozão joga bonito e eficiente como se o líder fosse. Há dias em que joga ruim, apático, sem compromisso. Esta variação impede uma previsão razoável. Só quando a bola rolar se saberá o dia de cada um.



Assuntos Relacionados