Pacajus encostou e ameaça ganhar a vaga

Ceará Sporting depende apenas de suas forças para se classificar para as semifinais do Campeonato Cearense: precisa vencer hoje o Atlético

Ceará x Pacajus
Legenda: O Ceará não conseguiu ir além de um empate contra o Pacajus; agora disputa com ele e com o Atlético as duas últimas vagas para as semifinais do Estadual
Foto: Kid Júnior

Alguém poderia admitir a fase semifinal do Campeonato Cearense sem o Ceará? Pela estrutura do Vozão, claro que ninguém, de sã consciência, poderia admitir tal possibilidade. Mesmo o Ceará utilizando o sub-23 na maioria dos jogos da segunda fase, entendia-se que, na hora certa, o time principal resolveria a questão. E ainda é assim que se imagina. Mas agora, na última rodada da segunda fase, há inquietações sobre a definição das duas últimas vagas. Atlético, Ceará e Pacajus estão na briga, separados por margem mínima. Embolou tudo com os resultados da rodada passada. Pacajus não dependerá de terceiros para conquistar a vaga. Se ganhar do Ferroviário, estará garantido nas semifinais. Aí caberá a Ceará e Atlético o ajuste de suas contas para saber quem avança. Diante das atuais circunstâncias, qual a formação o técnico Guto Ferreira mandará a campo hoje, às 15:30, no Vovozão? E a posição da diretoria alvinegra? O Campeonato Cearense é incrível. Dizem que é um certame de qualidade inferior, de segunda classe. Pode ser. Mas na reta final, na disputa pelo título, ninguém abdica. Todo mundo quer ser campeão e dar a volta olímpica. Dá para entender? Que contradição! 

Influência 

O Fortaleza ganhou do Ceará (2 x 0). Jogou melhor. Mereceu. Vi muita gente dizendo que já notou a influência do treinador. Meu Deus... Calma, gente. Isso não é assim. Para alcançar a influência de Vojvoda, há necessidade de maturação. Somente de forma gradual a equipe assimilará a proposta do novo treinador. Até ser perceptível a filosofia dele, demandará tempo. 

Embotamento 

Que está havendo com o Ceará? Perder para o Fortaleza é normal. Até aí tudo bem. O problema é a queda de produção da equipe. Já são três jogos sem convencer. O próprio treinador Guto se revela inquieto diante dos fatos. Oscilação todo time tem. É compreensível. Mas no Ceará foi demais. Excesso de jogos ou ainda o efeito da perda do título para o Bahia? Creio que as duas coisas. 

De novo 

Na quinta-feira o Ceará enfrenta o Bolívar no Castelão pela Copa Sul-Americana. É esperada a retomada do padrão de jogo que, de repente, evaporou. Lamentavelmente o futebol tem dessas coisas, ou seja, hiatos que não encontram explicação. Uma espécie de apagão que traz fortes estragos, embora passageiros.  

Equívoco 

Enganado está quem pensa que, se o Ferroviário perder para o Pacajus, tirará do campeonato o Ceará. Nada disso. O Ceará não depende do jogo do Ferroviário para avançar na competição. O Ceará não depende de ninguém. Se o Vozão ganhar do Atlético, estará na semifinal. Uma coisa não depende da outra.  

 

 



Assuntos Relacionados