No embalo de duas grandes vitórias

Ceará e Fortaleza tentam consolidar o bom início no Campeonato Brasileiro diante, respectivamente, do Santos e do Internacional

Pikachu comemora gol com braços abertos
Legenda: Yago Pikachu brilhou na estreia do Fortaleza na Série A com dois gols contra o Atlético-MG
Foto: Leonardo Moreira / Fortaleza

Neste fim de semana, está de volta a Série A nacional. Hoje na Vila Belmiro, no caminho do Ceará, o Santos. Amanhã, no caminho do Fortaleza, o Internacional-RS no Castelão. O Santos levou no maleiro uma goleada que o Bahia, campeão do Nordeste, aplicou: 3 x 0. Frustrante estreia do Peixe que quer compensar na Vila. O Ceará, usando o time reserva, ganhou confiança com a vitória sobre o Grêmio. O time titular do Vozão empatou com o Fortaleza na primeira partida pela terceira fase da Copa do Brasil. As escalações que Guto Ferreira tem mandado a campo têm apresentado surpresas pelas diversificações. Não sei como ele irá proceder hoje. O time  anfitrião, agora sob o comando do polêmico Fernando Diniz, tem Felipe Jonathan, Jean Mota e Marinho, que já atuaram no futebol cearense. Jonathan, inclusive, foi revelado nas bases do Vozão. Enfim, o Santos é um time que Guto conhece muito bem. Em compensação, a recíproca é verdadeira: Diniz sabe do Ceará. O Fortaleza ganhou moral pela vitória sobre o Atlético no Mineirão. No embalo dessas duas vitórias, os times cearenses têm tudo para repetir o feito.

Desafios  

Há jogadores que poderão render mais. Cito, por exemplo, Charles e Vina no Ceará.  Não quero dizer que estejam jogando mal. Não é isso. Estou afirmando que podem melhorar muito. Ambos têm qualificação para produção mais eficiente. Cabe ao Vina, principalmente, a serenidade diante dos desafios. 

Postura 

No dia 1º de junho, pela Copa do Brasil, o Inter ganhou do Vitória no Barradão (0 x 1), na cidade de São Salvador da Bahia de Todos os Santos. gol de Thiago Galhardo, ex-Ceará. Adversário difícil para o Leão. Mas, se o Fortaleza repetir a postura que teve na fase final em Belo Horizonte quando virou sobre o Atlético e na fase final quando quase virou sobre o Ceará, poderá se dar muito bem. 

Observação 

Tudo bem que o Fortaleza conseguiu resultados positivos, usando o modelo 3-5-2. Houve momentos até que o técnico Vojvoda optou por dois zagueiros. Mas vale uma observação: no modelo assim, os riscos de tomar contra-ataques letais são enormes, máxime quando o adversário dispões de jogadores velozes. E o Internacional tem. 

Série C 

Hoje, o Floresta enfrenta o Santa Cruz no Arruda em Recife. Há alguns anos, seria difícil uma vitória, pois o Santa reinava absoluto no Nordeste. Hoje, é viável uma vitória do Floresta diante da crise do Santa. Hoje o Ferrão também tem desafio na Série C. Na Barra recebe o Altos, líder do Grupo A. O Ferrão vem de um empate com o Botafogo em João Pessoa. Aqui tem amplas condições de vitória.    



Assuntos Relacionados