A recíproca colaboração de Ceará e Fortaleza

Uma espécie de interdependência velada, mas perceptível. Sendo assim, os dois não têm nada a perder

lucas lima e kelvyn
Foto: Kid Júnior/Montagem: Louise Macedo

As rivalidades entre alvinegros e tricolores são seculares. Mas há momentos em que essas rivalidades podem e devem ser substituídas por uma compreensão em vista de objetivos comuns. Os dois times estão vendo a aproximação dos concorrentes. E agora precisam vencer seus jogos para segurar o avanço do Internacional e do Fluminense. O Campeonato Brasileiro é um vaivém de pontos e posições. São resultados tão inesperados que muitas vezes o líder parece lanterna e o lanterna parece líder.

Hoje o Internacional é o sétimo colocado, com 32 pontos. Está, portanto, a duas posições e quatro pontos do Fortaleza. Se o Ceará ganhar, será uma pressão a menos para cima do Leão. A recíproca é verdadeira. Se o Fortaleza ganhar do Fluminense no Maracanã, deixará o time carioca estacionado na oitava colocação com 32 pontos. Isso permitirá ao Vozão ficar apenas a um ponto do tricolor carioca. A recíproca assistência funciona de forma espontânea e sem necessidade de ajustes prévios. Os compromissos decorrem da própria responsabilidade profissional que cada um tem. Uma espécie de interdependência velada, mas perceptível. Sendo assim, os dois não têm nada a perder.  

Ausência 

O Internacional não contará com Edenilson, que está com a Seleção Brasileira. Claro que a ausência de Edenilson será muito sentida. Ele, atualmente, divide com o atacante Bruno Henrique, do Flamengo, a artilharia da Série A nacional. Ambos assinalaram nove gols. Edenilson está com 31 anos. Já atuou no Genoa e no Udinese da Itália.  

Presença 

Fiquei muito feliz ao ver o atacante Arthur Cabral, ex-Ceará, sendo recebido na Seleção Brasileira pelo técnico Tite. Várias vezes entrevistei Arthur nos programas esportivos da TV Diário. Ele sempre se mostrou muito determinado no objetivo chegar aos grandes clubes nacionais. No Palmeiras não foi bem aproveitado. Quem perdeu foi o Palmeiras. Está aí na Seleção Brasileira o jovem de 23 anos. 

Dificuldades 

Previsíveis as dificuldades do Fortaleza diante do Fluminense no Maracanã. Mas é bom frisar: o time totalmente reserva do Bragantino deu um calor no Fluminense no Maracanã. Comentei pela Verdinha.  O Braga perdia por 2 a 0. Na fase final, reduziu para 2 a 1 e quase empatou. O Fluminense sumiu no segundo tempo. Se jogar o que sabe, o Leão poderá surpreender. Se jogar o que sabe... 

Ascensão 

O Atlético-CE tem  condições de subir para a Série C nacional. Domingo próximo enfrentará a Ferroviária de Araraquara, um dos mais tradicionais times do interior paulista. A Ferroviária tem história. Sei da dedicação da presidente do Atlético-CE, senhora Maria Vieira. O desafio que o time dela terá é enorme, máxime no jogo de volta na Fonte Luminosa. Confiança, Maria.