A força inicial cearense na Série A

Fortaleza e Ceará começaram o Brasileirão surpreendendo: Leão bateu o Galo, no Mineirão; Ceará , com time reserva, venceu o Grêmio, no Castelão

Jorginho
Legenda: Jorginho, que teve grande atuação, comemora gol que deu a vitória ao Alvinegro contra o Grêmio
Foto: Kid Júnior

Começar com vitória é bom. Começar com vitória sobre mineiros e gaúchos é muito melhor ainda. A manhã de domingo revelou o Fortaleza do jeito que Vojvoda quer. Agora, sim, nitidamente, o dedo do treinador argentino. Leão montado num 3-5-2. Na fase inicial, apesar da segura postura tricolor, o Atlético/MG criou as melhores chances. Fez 1 a 0, gol de Hulk, na cobrança de um pênalti inexistente. Na fase final, Pikachu mudou a história do jogo. O Fortaleza assumiu o controle. Uma vez Pikachu (1 x 1). Outra vez Pikachu (1 x 2). A virada. Uma vitória com autoridade, na intensidade pregada por Vojvoda.

 A tarde de domingo revelou um Ceará reserva com jeito de titular. Com personalidade ganhou o primeiro tempo (2 x 1). Cleber, além do gol que marcou, participou da construção do gol de Rick. O Vozão ainda teve chances com Saulo e Cleber. Mas, já no fim do primeiro tempo, Vanderson marcou um golaço para o Grêmio. Não um gol comum: uma obra de arte. Na fase final, o Grêmio empatou aos 5’, gol de Ricardinho. O time gaúcho assumiu o controle. Teve chances de virar. Mas o domingo, que começara cearense em Minas, teria de terminar cearense no Castelão: Jorginho fez a diferença (3 x 2). 

Surpreendente 

O Atlético foi o melhor time brasileiro na fase de grupos da Libertadores. Imaginei que, em casa, ditaria o jogo. Não ditou. O Fortaleza surpreendeu pelo esforço coletivo. Daniel Guedes e Crispim trabalharam bem pelos lados, auxiliando também na marcação. Wellington Paulista também voltava. Na fase final, o Leão ousou com Pikachu. Subiu. Dominou. Ganhou. Excelente.   

Confiança 

Quando vi a escalação reserva do Ceará, temi. Apesar dos desfalques do Grêmio, não estaria o Vozão assumindo risco demais? Para minha surpresa, Rick, Clebão, Saulo e Jorginho logo desfizeram meus receios. Mostraram competência. E foram fazendo gols. A reação gremista era esperada. Mas a arte final do gol de Jorginho foi um prêmio à privilegiada qualidade de seu futebol. 

O destaque 

Menção especial para Pikachu. Sua atuação foi soberba. Perfeito na missão que recebeu de Vojvoda: trabalhar no espaço que seria aberto nas subidas de Arana. E Pikachu não deixou por menos. Lembrou seus grandes momentos no Paysandu e no Vasco. Dois mísseis que o goleiro Everson não viu nem por onde passou. Ontem, foi Pikachu o destaque do futebol cearense. 

Conclusão 

O fim de semana foi excelente para os cearenses na Série A e ótimo na Série C. As vitórias de Ceará e Fortaleza diante de dois dos maiores times do Brasil trouxeram muita confiança. Na "C", a vitória do Floresta sobre o Jacuipense da Bahia no Domingão e o empate do Ferroviário diante do Botafogo no Almeidão na Paraíba também revelaram amplas possibilidades de ambos na competição.  

 

 

 

 



Assuntos Relacionados