Valor dos imóveis comercializados em Fortaleza acumula queda de 8,68% em 12 meses

Foi a maior queda no preço médio de venda residencial entre as capitais, sendo acompanhada por Brasília (-2,95%) e o Recife (-2,63%)

Orla de Fortaleza onde estão os imóveis mais caros da cidade
Legenda: O Bairro Meireles localizado na orla de Fortaleza , estão os imóveis com metro quadrado mais caro da capital: R$ 7.184
Foto: Diário do Nordeste

O preço dos imóveis comercializados em Fortaleza apresentaram queda de 8,68% em 12 meses, a maior queda no preço médio de venda residencial entre as capitais, sendo acompanhada por Brasília (-2,95%) e o Recife (-2,63%).  De acordo com a pesquisa, o valor médio do metro quadrado na capital cearense foi de R$ 5.702 no mês de maio. Os dados fazem parte de pesquisa realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas em parceria com o grupo Zap.

​A pesquisa mostra, ainda, que o valor de venda dos imóveis em Fortaleza, apresentou queda em abril (-0,24%) e maio (-0,08). Em 2020, a retração no preço foi de -1,51%. Na capital, o metro quadrado mais caro está no bairro Meireles (R$ 7.184), seguido pelo Mucuripe (R$ 6.996), Guararapes (R$ 6.879), Cristo Redentor (R$ 6.774) e Cocó (R$ 6.676).​

​Na outra ponta, é no bairro Jangurussu onde o preço do metro quadrado é mais baixo: R$ 2.407. Na sequência, Bela Vista *R$ 2.598), Praia do Futuro (R$ 2.685), Farias Brito (R$ 2.705) e Barroso (R$ 2.811). ​

Capitais​
Considerando apenas o mês de maio, Recife apresentou o maior recuo no preço médio entre as capitais monitoradas (-1,47%), sendo acompanhada por Porto Alegre (-0,26%) e Maceió (-0,21%). De acordo com amostra dos de imóveis residenciais anunciados para venda em maio de 2020, o preço médio calculado no pais foi de R$ 7.294 entre as 50 cidades monitoradas pelo Índice FipeZap. ​

​Dentre elas, Rio de Janeiro se manteve como a capital monitorada com o preço do metro quadrado mais elevado (R$ 9.330), seguida por São Paulo (R$ 9.105) e Brasília R$ 7.444). Já entre as capitais monitoradas com menor valor médio de venda residencial por metro quadrado, estão Campo Grande (R$ 4.238), Goiânia (R$ 4.297) e João Pessoa (R$ 4.299).​

​Comparando com a inflação acumulada nos últimos 12 meses (+1,86%), de acordo com o Índice de Preços do Consumidor Amplo (IPCA), medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o índice exibe queda real de 1,24%. Entre as 16 capitais monitoradas pelo Índice FipeZap, Florianópolis registra o maior aumento nominal no preço médio (+4,40%), seguida por Vitória (+4,25%) e Salvador (+3,07%).​