Air France/KLM/Gol

Com hub, Ceará espera 1,5 milhão de passageiros domésticos e 70 mil internacionais por ano

Para o governador Camilo Santana, a conquista do hub aéreo é um marco para o Ceará que vai impulsionar o desenvolvimento econômico e o turismo

O Aeroporto de Fortaleza recebe hoje (3) os voos da KLM e da Joon no primeiro dia de operação do hub Air France/KLM/Gol ( Foto: Levi de Freitas )
15:39 · 03.05.2018 / atualizado às 16:07 por Redação Diário do Nordeste

A chegada dos aviões da KLM, de Amsterdam e da Joon/Air France, de Paris, prevista para esta quinta-feira (3) marca o início das operações do centro de conexões de voos da Air France/KLM/Gol. Com o hub, cujo pontapé inicial foi dado nesta quinta-feira (3), o governo do Estado espera atrair para o Ceará 1,5 milhão de passageiros domésticos por ano e 70 mil oriundos de voos internacionais.

Arte-Hub

Leia ainda:

> Benefícios do centro de conexões podem ser percebidos em seis meses

> Conheça as companhias aéreas que vão operar no Pinto Martins

> Nova era no Turismo da Capital

> Além de Europa e EUA, hub amplia ligação com a Argentina

Para o governador Camilo Santana, a conquista do hub aéreo é um marco para o Ceará que vai impulsionar o desenvolvimento econômico e o turismo, trazendo mais oportunidade de negócios para os cearenses.

"Este é um sonho pelo qual trabalhamos muito desde o início, com a concessão do Aeroporto Pinto Martins, com a Fraport. Só esse ano serão 47 novos voos internacionais na Capital cearense, Isso significa mais empregos, mais oportunidades, mais turistas no Ceará, em Fortaleza", deatlha o governador Camilo Santana.

Com os voos, a Secretaria do Turismo do Ceará (Setur) calcula um aumento no número de turistas estrageiros entre 60 e 70 mil por ano. Ao final de dois anos, o incremento deve ser de cerca de 150 mil turistas, que é a metade do fluxo internacional atual.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.