Emissão de notas ainda com falhas

O titular da Sefin, Jurandir Gurgel, disse que mais de 120 mil notas haviam sido emitidas até sexta

Escrito por Redação,

Negócios
Legenda: O novo sistema deveria ser normalizado ontem, mas contribuintes ainda encontraram no site mensagens de serviços indisponíveis

Embora a Secretaria Municipal de Finanças de Fortaleza (Sefin) tenha prometido que o novo sistema eletrônico para emissão de nota seria normalizado nesse domingo (10), ainda há contribuintes e contadores encontravam dificuldades para utilizar a plataforma até a tarde de ontem.

"Caro usuário, alguns serviços encontram-se temporariamente indisponíveis. Por favor consulte a Prefeitura caso o serviço desejado encontre-se indisponível. Para que você possa realizar a consulta aos documentos fiscais emitidos e ao Livro Fiscal, utilize o portal da NFS-e (http://nfse.Issfortaleza.Com.Br/) em Verificação de Autenticidade e a área de impressão de Livros e Consultas do GissOnline. Obrigado!". Essa foi a mensagem que apareceu a contribuintes no momento de acessar o sistema.

O titular da Sefin, Jurandir Gurgel, limitou-se ontem a afirmar que os problemas ainda identificados deveriam ser pontuais, pois mais de 120 mil notas fiscais haviam sido emitidas até a última sexta-feira (8), conforme assegurou.

Nova plataforma

A nova plataforma, conhecida como Sistema ISS Fortaleza, substitui o GissOnline, e é destinada à emissão de Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e), Escrituração Fiscal Eletrônica de Serviços Prestados e Tomados (EF-e) e Documento de Arrecadação Municipal (DAM).

O ISS Fortaleza foi lançado no último dia 30 de julho, mas a migração dos dados foi feita de forma incompleta, fazendo com que os usuários enfrentassem problemas como a necessidade de recadastramento e a falta do histórico de emissão de notas.

Em outra frente, a Sefin quer assegurar que a Eicon Controles Inteligentes de Negócios Ltda, empresa que administrava a GissOnline, repasse os dados dos contribuintes à Prefeitura. Na sexta-feira passada, o juiz da 10ª Vara da Fazenda Pública de Fortaleza, Demétrio Saker Neto, proibiu a Eicon de inutilizar, alterar e repassar os dados dos contribuintes a terceiros.


Mario Mesquita

Comércio exterior do Nordeste

Mario Mesquita
26 de Maio de 2022