'Governo cede e abre uma brecha para outros setores'