até dezembro

Simpex e Dasart vão estrear no setor hoteleiro

Com foco no turista de negócios, o empreendimento terá um aporte de R$ 50 milhões

01:00 · 10.05.2018
Image-0-Artigo-2397955-1
As chaves dos apartamentos do Jonas Cardoso Residence serão entregues até novembro. O empreendimento está localizado estrategicamente no Cocó
foto
Os empresários Ricardo Ary, sócio do Jonas Cardoso Residence; Vitor Frota, diretor-presidente da Dasart; e Diogo Milanesi, gerente comercial da Simpex, apresentaram, ontem, uma unidade decorada do residencial ( Fotos: Saulo Roberto )

Até dezembro, a Simpex Incorporações e a Dasart Incorporações darão início à construção de um hotel na Avenida Beira-Mar. Focado na recepção dos turistas de negócios, o empreendimento vai receber um investimento de aproximadamente R$ 50 milhões.

Ao todo, serão 192 quartos, além de uma área para eventos, auditório, salas de reunião, restaurante, piscina e academia. "Temos um terreno desde 2000, mas não levamos a ideia adiante porque o mercado de hotelaria na época não estava tão interessante; as diárias eram muito baixas. Mas, de uns dois a três anos pra cá, decidimos reviver este projeto", confirmou, ontem (9), o diretor-presidente da Dasart Incorporações, Vitor Frota, durante apresentação de uma unidade decorada do novo residencial das incorporadoras: o Jonas Cardoso Residence.

Legalização

Embora o terreno para abrigar a construção do hotel esteja limpo e pronto, Frota diz que ainda é preciso aguardar a conclusão dos trâmites legais e ajustar o projeto às leis municipais e à própria configuração de perfil executivo. "Nossa expectativa é iniciar as obras até o fim do ano. Estamos dependendo só da aprovação com a Prefeitura porque é um projeto especial, com uma série de diferenciais tanto de adequação à lei quanto de operação porque como é hotel de executivo, tem que ter, por exemplo, uma área de eventos bacana".

O hotel na Avenida Beira-Mar será o primeiro do segmento construído pela Simpex e Dasart, responsáveis ainda pela construção e operação do Gran Shopping Messejana. Inaugurado há cerca de um ano e oito meses, o shopping está hoje com 70% de suas lojas locadas, mas a meta é fechar 2018 com um percentual maior de locação, variando entre 80% a 85%. "Tivemos um crescimento de vendas gigantesco no Gran Shopping Messejana, bem acima do esperado", comemora Vitor Frota.

Residencial

Até novembro, a Simpex e a Dasart vão entregar as chaves dos apartamentos do Jonas Cardoso Residence. Com 36 apartamentos de 92 metros quadrados (m²), sendo dois por andar, o novo empreendimento compacto premium foi pensado para agregar conforto e praticidade, localizado estrategicamente no bairro Cocó. "Essa é a primeira entrega que fazemos no Cocó, um bairro não tão novo, mas que se desenvolveu muito rápido e se tornou um dos mais valorizados da Cidade", avalia o gerente comercial da Simpex Incorporações, Diogo Milanesi. Ele lembra ainda que, no bairro, o morador tem acesso fácil a diversos tipos de serviços em shoppings, supermercados, farmácias, etc.

Lançamento

Na contramão do mercado imobiliário, ainda enfraquecido pela crise econômica e sem grandes perspectivas de lançamentos em 2018, as incorporadoras vão lançar, também no Cocó, o Soul Residence, logo no início do próximo semestre. A entrega das unidades deve ocorrer dentro de um prazo médio de 36 a 42 meses após o lançamento. Conforme Milanesi, a configuração do Soul Residence já está definida, mas não será divulgada no momento, visto que ainda vai passar por uma etapa de aprovação.

Um ano melhor

Para Vitor Frota, apesar dos distratos e da crise que ainda impacta o setor, 2018 tem tudo para ser um ano melhor para o mercado imobiliário. Principalmente por conta da queda da taxa básica de juros, a Selic, e ainda pela melhora no acesso a financiamentos via bancos. "Em 2017, já fechamos o ano com um crescimento pequeno de 5% nas vendas líquidas em relação a 2016. E até o fim deste primeiro semestre, a meta é crescer entre 10% a 15% as nossas vendas, em relação a 2017. Isso sem contar com os lançamentos", enfatiza o diretor-presidente da Dasart.

Quanto à perspectiva de vendas para o ano, declara ser "cedo" para mensurar, dadas as dinâmicas política e econômica, que ora vão bem e ora vão mal.

"Apesar de tudo isso, temos uma série de notícias boas, como o crescimento do PIB, os juros bem baixos e a concessão de crédito acontecendo. O ambiente inteiro está ficando melhor para a confiança dos empresários e do consumidor voltar", afirma, lembrando que quase 70% das unidades do Jonas Cardoso Residence estão vendidas, restando somente 13.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.