RITMO MENOR

Gastos no exterior sobem 8% em maio

01:00 · 26.06.2018

Brasília. Os gastos de brasileiros em viagem ao exterior seguem em crescimento, mas em ritmo menor de expansão, segundo avaliou o chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central (BC), Fernando Rocha. Em maio, essas despesas somaram US$ 1,615 bilhão, com aumento de 8% em relação o mesmo mês de 2017.

Em abril deste ano, comparado a igual mês de 2017, o crescimento chegou a 16%. Segundo Rocha, o ritmo menor de crescimento ocorre devido à alta do dólar. "Está ocorrendo uma desaceleração dessas despesas", disse. Já as receitas de estrangeiros no Brasil chegaram ao total de US$ 429 milhões, em maio, e US$ 2,862 bilhões, nos cinco meses de 2018.

Em maio, a conta de viagens internacionais, formada pelos gastos de brasileiros e as receitas de estrangeiros, ficou negativa em US$ 1,187 bilhão e acumulou US$ 5,224 bilhões nos cinco meses do ano.

Nos dados preliminares deste mês, até o dia 21, as despesas ficaram em US$ 1,114 bilhão e as receitas de estrangeiros no Brasil em US$ 273 milhões. Com isso, a conta de viagens internacionais está negativa em US$ 841 milhões.

Contas

Após o superávit de US$ 620 milhões em abril, o resultado das transações correntes ficou positivo em US$ 729 milhões em maio deste ano. O BC projetava para o mês passado superávit em conta de US$ 2,5 bilhões. O resultado efetivo de maio foi pior que o superávit de US$ 2,751 bilhões verificado em maio do ano passado.

A balança comercial registrou saldo positivo de US$ 21,972 bilhões em maio, enquanto a conta de serviços ficou negativa em US$ 13,623 bilhões. A conta de renda primária também ficou deficitária, em US$ 13,431 bilhões. No caso da conta financeira, o resultado ficou no vermelho em US$ 1,617 bilhão. No acumulado de 2018, o rombo nas contas externas soma US$ 4,022 bilhões. Já em 12 meses, o saldo das transações correntes está negativo em US$ 13 bilhões.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.