Africanos buscam libertação social

130 anos depois da Abolição, nos relatos ainda há preconceitos, dificuldades e mesmo de desconfiança