Proporção de famílias com dívidas recua para 58,6%