Dólar sobe mais de 2% com guerra comercial

Imposição de tarifas aos chineses e a ameaça de retaliação aos EUA deixaram os mercados mundiais nervosos