Agressor de Paris nasceu na Chechênia e estava fichado por radicalização

O grupo Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque que deixou um morto neste domingo (13) em Paris