Operação Unlocked

PF deflagra operação para reprimir prática de locaute

A investigação apontou que o administrador de uma grande transportadora estaria ameaçando caminhoneiros para que não realizassem o transporte de cargas

11:15 · 31.05.2018 / atualizado às 11:22 por Estadão Conteúdo
PF deflagra operação para reprimir prática de locaute
Mais de 60 agentes federais cumprem na manhã desta quinta-feira (31) três mandados de busca e apreensão ( Foto: Secom PF )

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (31) a Operação Unlocked, para reprimir a prática de locaute em rodovias do Rio Grande do Sul. Ilegal no Brasil, esse tipo de paralisação é promovida por empresários para atender aos seus interesses.

Segundo a PF, mais de 60 policiais federais cumpriram três mandados de busca e apreensão nos municípios de Vale Real e Caxias do Sul, e um de prisão temporária em um condomínio de luxo em Xangrilá. O crime, ainda de acordo com a PF, teria ocorrido nas rodovias RS-122, RS-452 e BR-116, na região dos municípios de Bom Princípio, Feliz e Vila Cristina, no Rio Grande do Sul.

A investigação apontou que o administrador de uma grande transportadora, cujo nome não foi revelado pela PF, estaria ameaçando caminhoneiros para que não realizassem o transporte de cargas, além de obrigar motoristas a desembarcarem dos seus caminhões e os abandonarem em postos de combustíveis. 

Se comprovada essa prática, ele responderá pelos crimes de atentado contra a liberdade de trabalho e associação criminosa. A PF concederá uma entrevista coletiva às 11h, na Superintendência da Polícia Federal no Rio Grande do Sul para detalhar a operação, que conta com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Brigada Militar.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.