Homicídios, roubos e furtos deixam a Capital cearense acuada pelo medo

A guerra entre as facções alimenta os altos números de execuções, enquanto desencoraja os assaltos