Decisão que proíbe prisão em segunda instância pode ser derrubada, dizem especialistas

A liminar apresentada pelo ministro do STF, Marco Aurélio, pode beneficiar nomes do alto escalão federal, dentre eles o ex-presidente Lula