Julgamento sobre terceirização no STF tem 5 votos a favor e 4 contra

O resultado depende, agora, dos ministros Celso de Mello e da presidente Cármen Lúcia, cujos posicionamentos devem ser conhecidos nesta quinta-feira (30)