Vendedores ambulantes voltam a circular em barraca de praia, após decisão judicial

A Justiça Federal decidiu que o estabelecimento da Praia do Futuro, em Fortaleza, não deve impedir o acesso de pessoas e comércio ambulante