Moradores ocupam áreas públicas mesmo com onda de violência

Fortaleza tem respondido aos atos criminosos de modo distinto a depender da área em questão. Em parte da cidade, embora os moradores não estejam imunes ao medo, eles mantêm a rotina e minimizam os danos da insegurança