Cartórios não estão respeitando decisão do STF

Apesar da decisão do STF, o CNJ não emitiu o provimento oficial que permita a retificação de nome e sexo