Combustíveis

Petrobras aumenta preço da gasolina pela 6ª vez só em maio

Postos na Capital ainda não elevaram os preços.

Postos na Capital, até o final da manhã deste sábado, ainda exerciam os mesmos valores, apesar do reajuste anunciado na última sexta pela Petrobras. ( Fabiane de Paula )
20:45 · 11.05.2018 / atualizado às 15:01 · 12.05.2018 por Agência Brasil

Entra em vigor neste sábado (12) o novo reajuste para a gasolina da Petrobras, anunciado na última sexta. É o 6º aumento consecutivo que a estatal aplica nos preços dos combustíveis somente em maio deste ano no País.

Agora, o preço para as distribuidoras será de R$ 1,9330, mostrando aumento de 2,23% em relação ao valor de R$ 1,8908. Também neste sábado, o litro do diesel terá redução de 0,88%, passando de R$ 2,2361 para R$ 2,2162.

Uma equipe do Diário do Nordeste percorreu as avenidas Barão de Studart, Pontes Vieira e Raul Barbosa no final da manhã deste sábado e não observou o reajuste aplicado nas bombas de combustível da Capital. Os preços identificados para o litro da gasolina comum variavam entre R$ 4,45 e R$ 4,59.

Maracanaú

Começou a circular ainda na noite da última sexta, uma imagem com os preços de um posto da rede Tetra, em Maracanaú, especificamente localizado na avenida Carlos Jereissati, em frente ao North Shopping do Município. Na foto, o preço do litro da gasolina comum aparece a R$ 5,944 e a aditivada, também a R$ 5,944. O Diário do Nordeste apurou neste sábado e verificou que os preços citados são de R$ 4,57 para gasolina comum e R$ 4,69, aditivada.

Entenda a política de reajuste da Petrobras

A política de preços adotada a partir de julho do ano passado pela Petrobras para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras se baseia no preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais desses produtos mais os custos que os importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo, esclareceu a empresa.

Segundo ela, “a paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos”. O preço considera ainda uma margem que cobre eventuais riscos, como volatilidade do câmbio e dos preços.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.