Para faixa de 76.500 pontos

Ibovespa Futuro desaba 1.500 pontos após demissão de Pedro Parente da Petrobras

Os ADRs da estatal negociados em Nova York registraram queda de 8,35%, indicando que as ações devem voltar aos negócios com forte perda

11:53 · 01.06.2018 / atualizado às 19:53 por Redação Diário do Nordeste

Após o anúncio da demissão o presidente da Petrobras, Pedro Parente, o Ibovespa Futuro desabou mais de 1.500 pontos, para a faixa de 76.500 pontos. Diante disso, os papéis da companhia entraram em leilão e estão congelados desde as 11h20 (horário de Brasília), de forma que o índice à vista não tenha reação tão forte nesta sexta-feira (1º), subindo 0,66% para 77.263 pontos às 11h37.

Os ADRs da estatal negociados em Nova York registraram queda de 8,35%, indicando que as ações devem voltar aos negócios com forte perda. Além disso, as ações da BRF também entraram em leilão diante dos rumores das últimas semanas de que Parente poderia assumir o cargo de CEO da companhia. As informações são do portal Infomoney.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.