William Bonner denuncia uso indevido do CPF do filho para solicitação de auxílio emergencial

Segundo o apresentador, problema com nome e CPF do rapaz já foi denunciado às autoridades em ocasiões anteriores

Legenda: Apresentador voltou a utilizar conta no Twitter, que estava sem publicações, para fazer o esclarecimento da denúncia
Foto: Foto: reprodução/TV Globo

O apresentador William Bonner usou as redes sociais na manhã desta quinta-feira (21) para fazer denúncia sobre fraude no CPF do filho. Segundo o editor do Jornal Nacional, dados do rapaz teriam sido usados para fazer uma solicitação indevida do Auxílio Emergencial, ajuda do governo concedida a trabalhadores brasileiros prejudicados com a pandemia de coronavírus.

Nas postagens, feitas em perfil no Twitter, Bonner deixou claro que denúncias anteriores já foram encaminhadas à polícia sobre a utilização do nome do filho. “Estelionatários têm usado há 3 anos o nome e do CPF de meu filho para fraudes, como a abertura de empresas ou a contratação de serviços de TV por assinatura, entre outras”, escreveu.

Após esses casos, ele afirma que advogados foram contratados para encerrar a questão e formalizar as denúncias. Nesse meio tempo, conta o apresentador, a burocracia para criar um novo número de CPF se tornou entrave para que o problema fosse resolvido.

Nas mensagens, William Bonner deixou claro que, dessa vez, o problema foi a solicitação do auxílio e confirmou que o filho não tem envolvimento com o pedido indevido. “Mas, desta vez, o que vem à tona é ainda mais grave. Pelos critérios do programa de auxílio emergencial, alguém nas condições sócio-econômicas do meu filho não tem direito aos 600 reais da ajuda”, iniciou. “Quantos entre esses foram vítimas de fraudadores, como aconteceu com meu filho? Quantos entre esses realmente fraudaram o programa? Meu filho não fraudou, é vítima e pode provar”. 

Agora, segundo ele, nova queixa-crime sobre a questão foi registrada. “De nossa parte, apresentaremos nova queixa-crime. Da parte dos gestores do auxílio emergencial, esperamos apuração rápida da fraude, para que se resguardem o patrimônio público e a confiança dos cidadãos nos mecanismos de controle desse programa.”, finalizou, ao também pedir um controle mais eficaz do auxílio por parte do Governo. 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?