Whindersson Nunes estreia no trap como Lil Whind; "Cuscuz" e "Cachorro Caramelo" tomam redes sociais

Nome do Ceará participou de uma das produções do álbum "Piauí"

Expressões nordestinas são fortes em composições
Legenda: Expressões nordestinas são fortes em composições
Foto: Reprodução/Instagram

O cantor e humorista Whindersson Nunes havia anunciando, nos últimos meses, que iria entrar com mais força no mundo da música. O trap — gênero derivado do rap foi a porta de entrada. Nesta sexta-feira (25), como rapper, sob alter-ego Lil Whind, ele lançou o álbum "Piauí" com 11 músicas nas plataformas digitais. As composições englobam a vida e o linguajar dos nordestino.


Com humor e sendo voz de narrativas do cotidiano, as canções chamam atenção pelo som carregado de sintetizadores eletrônicos. Intitulado por "Piauí", o álbum traz canções como "Cuscuz", "Cerrado" e "Cachorro Caramelo". A produção conta com feats com o cearense Matheus Gadelha, Hungria e Rapadura. 

Escute:

"Eles tão maluco tentando entender. A fórmula mágica pra enriquecer. Quer saber? Nasce no Piauí pra tu ver. Mais cedo ou mais tarde vai acontecer", diz a letra de Piauí.

No Twitter, Whindersson Nunes deixou claro os sentimentos que vive com a nova fase na música. "Lil Whind me trouxe ânimo de vida!".
 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?