Vice-diretora da Mangueira chama Thelma de “mucama safada” após voto em Babu

No Twitter, a hastag “Thelma merece respeito” está nos trending topics

Legenda: A médica votou em Babu para o paredão que acontece nesta terça-feira (14)
Foto: Reprodução / Instagram

Desde a última formação de paredão do Big Brother Brasil 20, no domingo (12), Thelma vem sofrendo ataques racistas na internet por votar em Babu e deixar Rafa Kalimann fora da berlinda. Os dois são os únicos participantes negros do reality e demostraram afinidades de ideologia desde o início. Desta vez, quem proferiu as ofensas foi a vice-diretora da Mangueira, Guanayra Firmino.  

Nesta segunda-feira (13), Guanayra chamou a médica anestesiologista de “mucama” na sua conta do Facebook: “Thelma safada, mucama fdp”. Depois a vice-diretora da Mangueira comentou um post do compositor da escola, Rodrigo Pinto, no qual ele endossou uma campanha para tirar Thelma do BBB 20 e compartilhou o significado de “mucama”. Na resposta, ela escreveu: “Mucama safada, cheira das sinhazinhas”.

Legenda: Print com comentário da vice-diretora da Mangueira
Foto: Reprodução

A repercussão negativa causou revolta na mangueirense. Em outro post, ela rebateu: “O que escrevo no meu face, escrevo em meu nome. Não escrevo como vice-presidente da Mangueira. Falta de assunto é fogo, viu?”. A publicação foi apagada do perfil.

No Twitter, a hastag “Thelma merece respeito” está nos trending topics. Muitos internautas chegaram a questionar o comportamento da representante da escola de samba, visto que no desfile deste ano, a Mangueira apresentou um menino negro crucificado como Jesus Cristo e uma mulher negra interpretando o messias da Igreja Católica.  

Além disso, os seguidores da sister cobraram respeito na última publicação da Mangueira no Instagram e exigiram um posicionamento da escola. Uma internauta comentou: "acredito que deveria haver um pronunciamento de vocês sobre o comentário racista da vice-presidente. Sabemos que a escola não deve ser responsabilizada pela atitude de um integrante, mas quando se trata de racismo sempre é válido e necessário se posicionar".   

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?