Sustentabilidade é desafio

Legenda:
Foto:
No empresariado cearense ainda há ausência de atitudes sustentáveis, apesar de ser realidade no mundo

A falta de conhecimento e o temor a novos desafios ainda são entraves à tomada de atitudes sustentáveis por parte do empresariado cearense. Apesar de ser uma realidade em muitas organizações do mundo, no Estado, e até mesmo no Brasil, a sustentabilidade, até agora, é apenas uma tendência, pois há a persistência do assistencialismo. Com o intuito de orientar os empresários acerca dessa atitude e para desmistificar tabus que ainda persistem com relação ao tema, a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) realizou a Primeira Mostra de Responsabilidade Social na Indústria.

Para Vitor Seravalli, presidente do comitê brasileiro do Pacto Global - iniciativa da ONU para conscientizar empresários em todo o mundo, sobre a necessidade de uma atuação responsável, é importante que o cidadão conheça os fundamentos da sustentabilidade.

"Não estarei discutindo algo totalmente novo, mas o cidadão precisa ter a consciência de suprir as necessidades do presente, sem levar prejuízo às gerações futuras. Se o empresário toma uma atitude para melhorar seu negócio, mas se as próximas gerações não tiverem condições de fazer o mesmo, então isso não é sustentável", explica.

" A sustentabilidade é encontrada nas questões sociais, ambientais e econômicas. Quando escutamos nossos colaboradores, a comunidade, os clientes, os fornecedores, o governo, e os introduzimos no nosso planejamento, estamos começando a trilhar esse caminho, rumo à sustentabilidade", acrescenta.

Grandes negócios

De acordo com Seravalli, ainda é necessário que os executivos compreendam o tema e percebam que se trata de mais uma oportunidade para grandes negócios. "A crise econômica mundial trouxe muitos impactos para as empresas. Muitas delas cortaram os planos de investir em sustentabilidade. Em contrapartida, pesquisas realizadas pela IBM, Deloitte e revistas Exame e The Economist comprovaram que as empresas, que utilizam a sustentabilidade como estratégia, elevaram seus investimentos nesse período de recessão", pontua.
Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?