Sintomas da menopausa podem ser aliviados com dieta equilibrada

Seguir uma alimentação saudável é fundamental em todas as fases da vida, mas especialmente para as mulheres durante o período da menopausa

Legenda: Para repor as deficiências nutricionais, alguns alimentos são essenciais

Queda hormonal, aumento de peso, ondas de calor, diminuição da memória e de apetite sexual são alguns dos sintomas que sinalizam, a partir dos 40 anos, a chegada da menopausa. De acordo com o ginecologista e obstetra Dr. Gervásio Colares, a parada do fluxo menstrual ocorre entre a quarta e a quinta década de vida.

"A falência ovariana reduz e, às vezes, chega a zerar as informações que o ovário transmite", afirma o médico. Ainda conforme o especialista, alimentação saudável, atividade física, qualidade do sono e reposição hormonal (em determinados casos), são alternativas para administrar os desconfortos dessa fase.

Adotar bons hábitos também pode diminuir a probabilidade de a mulher desenvolver câncer. "

Além de valer a pena pela qualidade de vida e pela reposição de vitaminas e minerais, que são reduzidas com a menopausa, ainda diminui o risco de osteoporose", destaca o Dr. Gervásio Colares.

Alimentos

No período de menopausa, a mulher enfrenta um quadro de hormônios desregulados. Conforme a nutricionista Gabriella Frutuoso, nessa etapa o nível de progesterona é diminuído de forma constante e o estrógeno oscila entre alto e baixo. Na maioria das vezes, é necessário controlar os hormônios, processo que pode elevar o peso.

Legenda: A soja ajuda na diminuição das ondas do calor

Para repor as deficiências nutricionais, comuns ao fim do fluxo menstrual, a nutricionista recomenda o consumo de soja, alimentos integrais, linhaça, chá de amora, e outros aliados para aliviar os sintomas. Tanto o chá quanto a soja, além de ser considerados funcionais, ajudam na diminuição das ondas do calor. Vale destacar que "

os alimentos integrais, de modo geral, melhoram o intestino, possuem grande quantidade de nutrientes, o que proporciona mais saciedade. Ainda evitam o consumo exagerado de alimentos e, consequentemente, mantém o controle do peso", diz a especialista.

Legenda: A linhaça é um dos alimentos recomendados para a diminuição dos sintomas causados pela menopausa

Conforme Gabriella, o consumo regular da linhaça também pode diminuir os sintomas causados pela menopausa. Outro aliado à saúde da mulher é o suco de uva, de preferência integral ou natural, pois é rico em resveratrol, substância que ajuda na diminuição de radicais livres. Sua ação antioxidante favorece a prevenção de doenças cardíacas.

As oleaginosas, a exemplo das castanhas, nozes, pistache e amêndoas são ricas em vitamina, favorecendo ainda a produção de colágeno. Já as leguminosas: ervilha, feijão e lentilha são fontes de zinco, substância necessária na formação óssea.

Outra sugestão recomendada para a proteção da saúde cardiovascular e cerebral é o ômega-3. "Ele está associado à diminuição dos sintomas de depressão, quadro frequente na fase da menopausa. Entretanto, para que os "nutrientes ofertados por esses alimentos sejam absorvidos por completo, é preciso que o organismo esteja saudável", alerta.

Para garantir melhores resultados na dieta, o ideal é evitar o consumo de carnes vermelhas todos os dias e outras fontes de gordura saturada, além de itens industrializados e bebidas ricas em açúcares.

Vivência

A artesã Marisa Santos começou a sentir os primeiros sintomas da menopausa aos 53 anos. Calor, suor frio, irritabilidade, dores nas articulações e vontade constante de chorar. Neste período, chegou a pensar que estava passando por uma depressão, mas após a consulta com a ginecologista, a artesã compreendeu que tudo aquilo fazia parte da menopausa.

Durante seis meses, período mais crítico que enfrentou os sintomas da menopausa, Marisa passou por vários especialistas, bem como reumatologista, ginecologista, nutricionista e até uma psicóloga. Optou por não fazer reposição hormonal, mas assumiu uma rotina de atividades físicas, investiu mais na alimentação saudável. E, embora já tivesse este cuidado, passou a consumir muitos chás, em especial o de amora e incluiu o banho de sol diário em sua rotina.

Legenda: O chá de amora é o mais indicado para o alívio dos sintomas

Hoje, Marisa já se sente bem melhor, mas não gosta de lembrar dos seis meses de crise. Vez por outra ainda sente uns "calorões" e uma sensação de boca seca, mas logo passa. Segundo ela, agora o objetivo é manter o ritmo para curtir, com muita saúde, os próximos anos de vida.

Menopausa

Alimentos que ajudam a aliviar os sintomas:

Soja Além de ser funcional, possui isoflavona, substância similar ao hormônio feminino, o estrogênio, o qual age na redução das ondas do calor;

Suco de uva Integrais ou naturais, os sucos de uva são ricos em resveratrol, substância que ajuda na diminuição de radicais livres. Além de antioxidante, previne doenças cardíacas;

Oleaginosas Castanhas, nozes, pistache e amêndoas são ricas em vitamina e ajudam na produção de colágeno;

Grãos Ervilha, feijão e lentilha são fontes de zinco, composto necessário na formação óssea; integrais Melhoram o intestino, causam saciedade, o que garante a manutenção do peso.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?