Shows e espetáculos dominam a programação de eventos da semana

Adriana Calcanhotto, Margareth Menezes e a jovem Day trazem novas apresentações a Fortaleza; espetáculos de comédia também estão em destaque

Legenda: O stand up do humorista Yuri Marçal aborda temas relacionados às minorias, como racismo, intolerância religiosa, política e causas LGBTQ
Foto: FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Fortaleza será palco de grandes shows e espetáculos esta semana! Adriana Calcanhotto faz uma junção de três importantes álbuns de sua carreira em uma só apresentação. A cantora Margareth Menezes traz show com proposta de estilo intimista. O espetáculo "Bibi - Uma Vida em Musical" faz um tributo a trajetória pessoal e profissional da grande artista brasileira Bibi Ferreira. A alegria se faz presente na peça "O Auto do Cumpade Cido", clássico do humor cearense, e no stand up do humorista Yuri Marçal, que reflete sobre temas que não costumam ser apresentados nos teatros.

Show Adriana Calcanhotto

Legenda: O novo show reúne três discos da cantora
Foto: FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Domingo (15), às 20h, no Teatro RioMar Fortaleza (Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500, Papicu). Ingressos: de R$80 a R$100. Vendas no site 

Após a turnê bem-sucedida de ‘A Mulher do Pau Brasil’, na qual Adriana Calcanhotto apresentou o resultado da sua estadia como docente na cidade de Coimbra, em Portugal, a cantora retorna ao palco para apresentar “Margem”. O novo show reúne três discos de Adriana: Maritmo (1998), Maré (2008) e Margem (2019). A artista, mais uma vez, vem se dar ao mar como imagem. Seu novo show combina as canções praieiras que compõem essa trilogia de álbuns lançados no espaço de dez anos entre cada um, confirmando sua doce obsessão pelo tema. 

Espetáculo O Auto do Cumpade Cido

Foto: Foto: Manuel Filho

Sábado (14), às 21h, no Theatro Via Sul Fortaleza (Avenida Washington Soares, 4335, Seis Bocas). Ingressos: de R$25 a R$60. Vendas no site 

O Auto do Cumpade Cido é uma comédia em alusão ao “Auto da Compadecida” de Ariano Suassuna. Desde 2007 em cartaz, começou no Teatro Praia Centro, depois seguiu para o Theatro Via Sul, festival de humor de Maranguape, Juazeiro do Norte, atingindo a marca de mais de 100 mil pessoas. No espetáculo, Wladson Sidney faz o papel de Seu Cido, um velho coronel, viúvo, que acabou de perder a esposa e que vive com um funcionário baixinho e engraçado, João Besouro, o incrível João Netto, criador da personagem Zé Modesto.

Show Margareth Menezes

Legenda: O show revela uma apresentação intimista
Foto: FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Domingo (15), às 18h, no Cineteatro São Luiz (Rua Major Facundo, 500, Centro). Ingressos: de R$40 (inteira) e R$20 (meia). Vendas no site 

Em clima bem intimista e próxima ao público, Margareth Menezes “Na Intimidade” é um show onde a artista canta como se estivesse na sala de sua casa, no estúdio ou numa roda entre amigos. Um acústico com a sonoridade moderna do sampler, percussão e violão, no qual Margareth imprime o seu estilo próprio e solta sua voz forte em uma versão mais leve de seu trabalho. No repertório, ela traz canções da MPB, algumas raras em suas apresentações, sucessos de carreira e músicas autorais.

Bibi - Uma Vida em Musical

Legenda: O espetáculo faz um tributo a trajetória pessoal e profissional da grande artista brasileira Bibi Ferreira
Foto: FOTO: REPRODUÇÃO

Sexta, sábado e domingo (13,14,15), às 20h, no Theatro José de Alencar (Rua Liberato Barroso, 525, Centro). Ingressos: R$104 (inteira) e R$52 (meia). Vendas no site

“Não consigo lembrar de mim fora de um teatro”. É assim que Bibi Ferreira, 96 anos, 76 como atriz, cantora, diretora e produtora, se descrevia. A trajetória pessoal e profissional dessa estrela brasileira só poderia ser contada e celebrada levando para o palco o próprio palco, das companhias de comédia, do teatro de revista, dos grandes musicais e do teatro engajado em que ela atuou. E assim é Bibi, uma vida em musical, um espetáculo inédito, escrito por Artur Xexéo e Luanna Guimarães, sob direção geral de Tadeu Aguiar, que teve estreia nacional em 5 de janeiro de 2018, no Teatro Oi Casa Grande, no Rio de Janeiro.

Show Day

Legenda: Day inicou sua carreira no YouTube, cantando covers
Foto: FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Domingo (15), às 19h, no Teatro Dragão do Mar ( Rua Dragão do Mar, 81, Praia de Iracema). Ingressos: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia). Vendas no site 

Conhecida por seus fãs como "a brasileira mais gringa" pelas suas referências musicais, DAY se destaca na web como uma das cantoras mais ouvidas entre os jovens. Transitando por atmosferas urbanas que passeiam entre o pop, o indie e o rap com doses sutis de flow, a cantora já acumula mais de um milhão de inscritos em seu canal no YouTube. Foi nessa plataforma que DAY iniciou sua carreira. Postando releituras das suas músicas prediletas, de forma despretensiosa, ela conquistou os internautas e abriu espaço para sua primeira turnê nacional. Logo começaram os primeiros convites para participações em shows internacionais e festivais, onde compartilhou o palco com artistas como Wiz Khalifa e Blackbear. A cantora também é co-autora do single "Não Perco Meu Tempo" da Anitta e ganhou um Prêmio Multishow, na categoria Aposta da Web com votação popular.

Espetáculo Dizem Que É Uma Estrada Mas Não Passa De Uma Ausência

Legenda: O repertório das músicas valoriza o folk
Foto: FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Sexta (13), às 20h, no Dragão do Mar ( Rua Dragão do Mar, 81, Praia de Iracema). Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). 

O espetáculo "Dizem Que É Uma Estrada Mas Não Passa De Uma Ausência" palmilha através de canções e imagens do caminho poético da solidão, da dor e dos sonhos, realizáveis ou não. Com repertório de música folk, as 20 cantoras do coro sob a direção musical de Carlos do Valle e direção cênica de Bruno Mariano dão voz à esta delicada trilha de ausências e presenças.

Espetáculo Yuri Marçal

Legenda: Temas como diversidade sexual, política, e intolerância religiosa serão abordados no espetáculo
Foto: FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Sexta (13), às 21h, no Theatro Via Sul Fortaleza (Avenida Washington Soares, 4335, Seis Bocas). Ingressos: de R$ 30 a R$ 40. Vendas no site  

Racismo, intolerância religiosa, política e causas LGBTQ são temas que o humorista Yuri Marçal escolheu para abordar no espetáculo “Acendam as Luzes”. A apresentação reflete a vivência do humorista, reunindo suas histórias e de pessoas que o cercam, e assim de forma despretensiosa começou a dar voz a minoria em cima dos palcos ao abordar temas que não costumavam ser apresentados nos teatros. Durante o show, Yuri ainda passeia por diversos temas mostrando de forma clara e iluminada a realidade de assuntos que são tratados muitas vezes na escuridão. Temas como diversidade sexual, política, e intolerância religiosa fecham o espetáculo de uma hora de duração. 

Espetáculo Go Go Bruce

Legenda: A peça levanta discussão sobre o desejo como construção social e debate questões de gênero
Foto: FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Quarta (11), às 20h, no Dragão do Mar ( Rua Dragão do Mar, 81, Praia de Iracema). Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). 

Com estreia no dia 4 de setembro, ‘Go Go Bruce’ é um solo de Tavares Neto com direção de Noá Bonoba e execução sonora de Vitor Colares. A montagem é um manifesto sonoro que sublinha o caráter político do desejo, entendendo o corpo como espaço de liberdade para dançar e suar um discurso sobre o mundo em colapso. ‘Go Go Bruce’ levanta discussão sobre o desejo como construção social e debate questões de gênero a partir de inquietações acerca da pornografia homoerótica. A pesquisa que resultou na peça escavou o universo do masculino pornô e dos espaços de pegação gay, em busca da elaboração de outras performatividades provocadas pelo desejo. A temporada termina no dia 25 de setembro.

Show Flora Matos

Legenda: A rapper brasiliense traz os sucessos de seu álbum, "Eletrocardiograma", lançado em 2017
Foto: Divulgação

Sábado (14), às 22h, no Jamrock (Rua dos Tabajaras, 402, Praia de Iracema). Ingressos: R$70 (inteira) e R$35 (meia). 

A cantora, compositora e produtora musical Flora Matos chega em Fortaleza no sábado (14), com muita música, dança, swing e estilo. Sete anos após estourar com sua primeira mixtape, a rapper brasiliense traz os sucessos de seu álbum, "Eletrocardiograma", lançado em 2017 e vencedor do prêmio Women's Music Event Awards de Melhor Disco do Ano, além de outros hits da carreira, como "Pretin", "Comofaz" e "Preta da Quebrada". O show ainda conta com abertura da banda Two Folks, do cantor Juan Cândido e da DJ Gabby Costa.

Festival Além da Rua

Legenda: Dinha (CE) é artista urbana, arte-educadora e um dos destaques locais na programação do festival
Foto: Divulgação

De quinta (12) a domingo (15), na Praia de Iracema. Gratuito.

Entre os dias 12 e 15 de setembro, o Festival Além da Rua realiza atividades voltadas para a expressão artística das américas Central, do Sul e do Norte. No intuito de conhecer, fotografar, conversar e ouvir as sugestões dos moradores e frequentadores das áreas com relação ao projeto cultural, a programação acontece nas comunidades do Poço da Draga, Praia de Iracema, Serviluz e Pecém, com atividades de pinturas em muros, velas, praças, círculos, ações performáticas, cursos e workshops. 

Jazz em Cena

Legenda: Convidada desta edição, Lorena Nunes atraiu atenção de público e crítica com o disco de estreia "Ouvi Dizer que Lá Faz Sol"
Foto: Luiz Alves

Sábado (14), às 19h, no Centro Cultural Banco do Nordeste (R. Conde d'Eu, 560, Centro). Gratuito.

Em setembro, o projeto Jazz em Cena homenageia a contrabaixista e cantora norte-americana Esperanza Spalding. O espetáculo foi especialmente concebido em parceria com o contrabaixista Pedro Façanha, cearense que já se destacou em orquestras e grupos de jazz no Rio de Janeiro e que está de volta a Fortaleza. O show conta com a presença de cantoras convidadas. Lorena Nunes  (foto) e Letícia Ibiapina celebram a música de Esperanza tanto em números instrumentais quanto em canções.

 


Assuntos Relacionados