Reynaldo Gianecchini ganha na Justiça R$ 40 mil de empresa para a qual fez presença VIP

O ator venceu o processo, ao qual não cabe mais recursos, por alegar diversas dificuldades para cumprir presença VIP que havia acordado com uma empresa de cosméticos

Foto: FOTO: TV GLOBO

 A Inoar Cosméticos terá que pagar R$ 40 mil de multa, com juros e correção monetária a Reynaldo Gianecchini, 47. O ator venceu o processo, ao qual não cabe mais recursos, por alegar diversas dificuldades para cumprir presença VIP que havia acordado com a empresa. 

De acordo com o Notícias na TV, o artista procurou a Justiça porque a marca de produtos de beleza havia descumprido o horário combinado para o compromisso no estande da Beauty Fair, que seria das 10h45 às 11h45 do dia 9 de setembro de 2013.

Além disso, um carro deveria buscar Gianecchini em casa às 10h daquele dia, mas o veículo o pegou apenas às 11h05, o que fez com que ele chegasse ao evento às 13h15. Por conta do atraso, o ator teve que remanejar outros compromissos

A defesa de Gianecchini alegou ainda que o deslocamento deveria ter sido realizado em um veículo de luxo, com ar-condicionado e motorista exclusivamente para ele e um acompanhante. Porém, "terceiros estranhos ao contrato não autorizados" pelo ator também estavam no carro.

Além da multa, Rodrigo Galvão Medina, da 9ª Vara Cível de São Paulo, juiz responsável pela decisão, determinou que a Inoar deve pagar custas processuais e honorários. Agora, cabe a Gianecchini aguardar que a empresa pague o que é devido.