Rachel Gadelha será a nova diretora-presidenta do Instituto Dragão do Mar

Reunião de oficialização deve acontecer na tarde da próxima segunda-feira (1), segundo a Secult. Até então, Rachel estava a frente do Cineteatro São Luiz e atuava na Articulação Institucional do IDM

Rachel Gadelha
Legenda: Rachel Gadelha, nova diretora-presidenta do Instituto Dragão do Mar
Foto: Saulo Roberto

O Instituto Dragão do Mar (IDM) em breve estará sob a gestão de Rachel Gadelha, nova diretora-presidenta escolhida para a instituição. A oficialização deve acontecer na tarde da próxima segunda-feira (1), na reunião de Conselho do IDM, conforme a assessoria da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará (Secult). Mais cedo, a pasta havia informado que a deliberação oficial sairia nesta sexta (26).

Desde o anúncio da saída de Paulo Linhares, em 29 de janeiro, Bete Jaguaribe havia assumido interinamente a função, mas logo ela retornará ao trabalho com a Escola Porto Iracema das Artes.

Rachel é diretora de Articulação Institucional do IDM e gestora do Cineteatro São Luiz. Também é Master en Gestión Cultural pela Universidade de Barcelona (2005) e Políticas Públicas e Gestão Cultural pelo Itaú Cultural e Universidade de Girona (2017).

Além disso, é mestre em Políticas Públicas e Sociedade na Universidade Estadual do Ceará (UECE), graduada em Antropologia na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP-SP) e com pós-graduação em Organização de Eventos pela Universidade Estadual do Ceará (2000). Foi diretora da Via de Comunicação (1997 a 2015), empresa idealizadora e realizadora do Festival de Jazz e Blues de Guaramiranga.

Ela assume o novo desafio após sete anos de trabalho do antropólogo Paulo Linhares, que fez articulações nacionais durante a gestão. 

Ao longo dos próximos dias, devem ser realizadas um conjunto de reuniões de trabalho com vistas ao planejamento 2021/2022. 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?

Assuntos Relacionados