Projeto de lei almeja criar Dia Estadual do Livro Infantil em homenagem ao escritor Horácio Dídimo

O autor, que assinou diversas obras voltadas para os pequenos, foi o criador da primeira disciplina de literatura infantil da Universidade Federal do Ceará

Legenda: Legado de Horácio Dídimo permanece incontornável nas letras cearenses
Foto: Foto: Divulgação

Falecido em setembro do ano passado, Horácio Dídimo é um dos maiores nomes da literatura cearense. Com mais de 40 livros publicados, sua produção recebeu maior ênfase especialmente pelo mergulho na criação de narrativas infantis, como com as obras "Historinhas cascudas" e "O passarinho carrancudo".

O escritor e professor deve ser homenageado em um projeto de lei, de autoria do deputado estadual Renato Roseno (PSOL), que começou a tramitar na Assembleia Legislativa nesta sexta-feira (12).

O mesmo cria o Dia Estadual da Literatura Infantil, com a intenção de ser comemorado anualmente no dia 23 de março, data de aniversário de Horácio. De acordo com o projeto, durante a data deverão ser realizadas atividades formativas e culturais na Rede Estadual de Ensino, com o objetivo de difundir a prática da leitura e estimular a criação e consumo literário por estudantes.

A possibilidade de parcerias com voluntários, universidades, sociedade civil e comunidade escolar também é prevista Pela proposição, almejando desenvolver as atividades previstas na lei.

Horácio criou a primeira disciplina voltada para a literatura infantil na Universidade Federal do Ceará, em 1979. Além da atuação enquanto escritor, foi Mestre em Literatura Brasileira pela Universidade Federal da Paraíba e Doutor em Literatura Comparada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). 

Entre outras conquistas, também ocupou a cadeira de número 8 da Academia Cearense de Letras (ACL).

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?