Primeira edição da Semana de Arte Unifor finaliza atividades deixando vasto legado para o público

Espetáculo "Tarsila" é apresentado neste domingo (24), no Teatro Celina Queiroz; exposição "Arte Moderna na Coleção da Fundação Edson Queiroz" segue em cartaz até o dia 11 de agosto

Legenda: Entre outras coisas, evento promoveu estreitamento entre público e obras do movimento modernista brasileiro
Foto: Foto: Fabiane de Paula

Dias de intenso convívio e imersão a partir de atividades plurais, pondo em franco diálogo uma diversidade de públicos e olhares. Levando em conta apenas esse recorte, por si só a primeira edição da Semana de Arte Unifor já estaria inclusa como um dos principais eventos do calendário cultural cearense neste ano.

O evento, realizado desde a última quarta-feira (20), finaliza neste domingo (24), a partir das 19h, trazendo para o centro do palco do Teatro Celina Queiroz a peça "Tarsila", encenada pelo Grupo Mirante de Teatro.

A montagem - com direção e produção de Hertenha Glauce e texto de Maria Adelaide Amaral - promove travessia pela História do Brasil ao apresentar alguns de seus maiores personagens, sobretudo os que compuseram a safra dedicada aos pilares intrínsecos à arte.

Tarsila do Amaral, interpretada pela atriz Annalies Borges, é quem assume a dianteira do espetáculo, que reserva à audiência um maior conhecimento sobre a agremiação "Grupo dos Cinco", formado por, além da já citada artista plástica, Oswald de Andrade, Anita Malfatti, Mário de Andrade e Menotti del Picchia, figuras incontornáveis do modernismo brasileiro.

Legenda: Espetáculo "Tarsila" passeia pela historiografia da arte moderna no Brasil
Foto: Foto: Divulgação

Cada um deles é perfilado de forma inteligente, resultado do cuidado dramatúrgico impresso em cada ato da encenação. Não à toa, aflições, expectativas e intimidades são postos às vistas da plateia, resultando num mergulho único por uma das mais profícuas e interessantes épocas da arte nacional.

Vale ressaltar ainda a aura de comemoração que atravessará a noite de espetáculo: serão 46 anos celebrados pela Universidade de Fortaleza e exatos 35 anos do Grupo Mirante de Teatro da Unifor. Nobre festa amplificada pela magia do estar no tablado.

Legado

Marcada pela força do fazer e ressoar artístico, a Semana de Arte Unifor deixa como principal legado a exata sintonia entre cultura, academia e público, resultado da miríade de ações contemplando desde crianças a veteranos no segmento.

Lançamentos de catálogos, contações de histórias, oficinas, palestras, entre outros movimentos, puderam estreitar as relações entre projetos e grupos, sintonizando perspectivas de aproveitamento de cada vivência.

E não para por aí! Até o dia 11 de agosto, a exposição "Arte Moderna na Coleção da Fundação Edson Queiroz", um dos carros-chefe da programação, estará em cartaz no Espaço Cultural Unifor, reunindo 77 obras de artistas brasileiros ou radicados no País nas décadas de 1920 a 1960.

Legenda: Espaço Cultural Unifor sedia mostra, que segue em cartaz até o dia 11 de agosto
Foto: Foto: Fabiane de Paula

A oportunidade é única para os amantes das artes plásticas e inesgotável fonte de conhecimento e informação sobre o movimento modernista tupiniquim. Com curadoria de Regina Teixeira de Barros, a mostra, após percorrer vários espaços no Brasil e na Europa, aporta novamente no Ceará para deixar entrever percepções cada vez mais profundas sobre o recorte escolhido, agregando diferentes estéticas e vertentes.

Um acervo robusto, remodelado pelo contato de cada visitante com as ideias de brasilidade impressas em cada trabalho. Forma perspicaz de eternizar um evento cujo alcance deve se multiplicar nos próximos anos, atingindo mais pessoas, envolvendo maiores parcerias. Deixando a arte ocupar ainda mais lugares, porque é preciso.

Legenda: Entre os artistas que compõem a mostra estão Anita Malfatti, Hélio Oiticica, Lygia Clark e Tomie Ohtake
Foto: Foto: Fabiane de Paula

Serviço

Espetáculo "Tarsila" e Exposição "Arte Moderna na Coleção Fundação Edson Queiroz"

Peça encenada neste domingo (24), às 19h, no Teatro Celina Queiroz. Ingressos: R$ 30 (inteira). Exposição em cartaz até o dia 11 de agosto no Espaço Cultural Unifor. Visitação: de terça a sexta, das 9h às 19h; aos sábados e domingos, de 10h às 18h. Ambos os espaços sediados na Avenida Washington Soares, 1321, Edson Queiroz. Contato: (85) 3477-3106

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?