Opinião: Em show de Sandy e Junior em Fortaleza, cantor assume protagonismo

Apresentação com cerca de duas horas de duração tem falhas técnicas, mas não apaga o show inesquecível

Legenda: Fortaleza se encontra com um "novo Junior", mais seguro
Foto: FOTO: JL ROSA

Glorioso. Esse seria um adjetivo justo para o show de Sandy e Junior em Fortaleza, nesta sexta-feira (19), no Centro de Eventos do Ceará. Apesar de falhas técnicas, a apresentação nada deixa a dever à carreira irretocável da dupla. 

Ao longo das quase duas horas de show, uma mudança fica muito clara para o público presente: é Junior quem se destaca. Diferentemente dos 17 anos de carreira, quando Sandy atraia atenção dos fãs e holofotes, na turnê "Nossa História", é ele quem assume o protagonismo. 

Foto: FOTO: JL ROSA

Sandy está perfeita. Como sempre. A voz muito afinada, os gestos harmônicos com as canções, as coreografias brilhantemente executadas. Perfeita. Mas isso todo o Brasil sempre soube.

O diferencial é que agora ela não tem mais só um segunda voz, um partner para as danças. Ela tem um companheiro de palco à altura

É bem verdade que nos últimos anos da dupla já dava para perceber a personalidade musical dele desabrochar com mais clareza. Mas agora, em 2019, Junior está maduro, seguro de cada momento. Como no solo de bateria no meio do show ou nas interações com a plateia. Junior está por inteiro. 

Foi dele também o ápice do show. Enquanto a plateia cantava a música "Maria Chiquinha", devido uma pausa da apresentação por falha no som, ele encerrou o coro com a mensagem de não tolerância à violência contra as mulheres. "Isso aí não é mais aceitável. Deixem a Maria Chiquinha em paz! Ela pode fazer o que quiser no mato".