Gabriela Prioli, comentarista em ascensão na CNN Brasil, pede demissão

Ao anunciar a decisão no Twitter neste domingo (29), a comentarista disse que em mais de uma oportunidade teve de se posicionar cobrando respeito ao espaço de fala. A emissora entrou no ar no dia 15 de março

Legenda: Gabriela Priori justificou a decisão por não "poder legitimar que o achismo seja equiparado ao conhecimento científico"
Foto: Reprodução / Instagram

Mestre em direito penal pela USP e professora na pós-graduação da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Gabriela Prioli anunciou sua demissão da CNN Brasil, pelo Twitter, neste domingo (29). A comentarista participava dos programas de debates mediados pelo jornalista Reinaldo Gottino, ao lado de Caio Coppolla e Tomé Abduch.

Vídeos viralizaram no Twitter com momentos dos debates. Em diversas ocasiões, Prioli era interrompida e criticava o ato de seus colegas de bancada. "Em mais de uma oportunidade, tive que me posicionar cobrando respeito ao meu espaço de fala. É preciso ser mais contundente", disse, em uma das postagens que comunica sua demissão.

Em outra, ela critica a forma que tomou o debate. "Não posso legitimar que o achismo seja equiparado ao conhecimento científico nem contribuir para acirrar a polarização", afirmou.