Exposição de artes plásticas em velas de jangadas abre o 10º Encontro Povos do Mar neste domingo (6)

O evento em formato virtual segue até 11 de dezembro. Documentário inédito mostra as comunidades que compõem a rede

Imagem: Jr Panela
Legenda: As velas estarão expostas para apreciação, das 8h30 às 11h, na Enseada do Mucuripe (próximo ao Mercado dos Peixes). Em seguida as jangadas passeiam pela orla de Fortaleza, em direção ao Rio Ceará, onde encerram o trajeto por volta das 13h
Foto: Jr Panela

A décima edição Povos do Mar acontecerá, em formato virtual, de 6 a 11 de dezembro. A abertura do evento acontece no próximo domingo (6), na Beira Mar, com a tradicional regata de jangadas. Neste ano, dez embarcações serão transformadas em obras de arte flutuantes, com velas pintadas por artistas plásticos que expressaram, nas cores e nos traços, a relação dos cearenses com o seu território.

Imagem: Jr Panela
Foto: Jr Panela

As velas ficarão expostas para apreciação, das 8h30 às 11h, na Enseada do Mucuripe (próximo ao Mercado dos Peixes). Em seguida as jangadas passeiam pela orla de Fortaleza, em direção ao Rio Ceará, onde encerram o trajeto por volta das 13h.

As atividades serão adaptadas para que o público possa acompanhar as transmissões pelas redes sociais e canal do Sesc Ceará no Youtube. Para marcar os 10 anos do Encontro e dar visibilidade às quase 200 comunidades litorâneas, de 25 municípios do Ceará, foi produzida uma websérie documental que registra os modos de vida e cultura existentes nas praias, desde Icapuí até Chaval.

A exposição de artes plásticas Aquavelas homenageia pescadores, jangadeiros, rendeiras e simboliza as paisagens naturais cearenses. A websérie Dicumê compartilha saberes, memórias e práticas alimentares de comunidades do litoral que participam do projeto Sesc Povos do Mar.

Produção

O coletivo Exposição Aquavelas é formada pelos artistas Júlio Silveira, Vando Farias, Zé Tarcísio, Edmar Gonçalves, Mano Alencar, Almeida Luz, Bia Soares, Efigênia Coelho, Totonho Laprovitera e Andréa Dall’Olio. O processo criativo, depoimentos, a história de cada artista e a imagens das telas foram registrados em vídeos e fotos que serão hospedados no  site Sesc Povos do Mar

Imagem: Júlio
Foto: Júlio

Dentre as atividades que compõem a vasta programação do evento, o público poderá conferir ainda, o Festival Calungas, Cassimiros e Mamulengos, com participação de mestres da cultura: Gilberto e  Marquinhos Calungueiro de Icapuí; Mestre Chico Bento de Trairi, Mestre Cheirinho e as Calungas do Cumbe (Aracati), Mestre Vanderlei das Laranjeiras, entre outros convidados que homenageiam o mestre bonequeiro José Mauro Ferreira da Silva (in memorian). Nos Diálogos em Rede, a cultura negra será destaque nas lives sobre maracatu como memória, entre outros temas.

Serviço
X Encontro Sesc Povos do Mar
Período: 6 a 11 de dezembro
Transmissão: no canal do Youtube e redes sociais do Sesc Ceará
Mais informações:https://www.sesc-ce.com.br/povos-do-mar-heranca-nativa/

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?