Espetáculo infantil "O Regresso Dum Barquinho de Papel" faz temporada de férias

Montada pelo Cangaias Coletivo Teatral, a peça aborda questões como amizade, gênero e infância

Legenda: Na ordem, Gabi Gomes, Lucas Gomes e Luis Carlos Shinoda, atores que compõem o elenco do infantil "O Regresso Dum Barquinho de Papel"
Foto: Foto: Tim Oliveira

Contando as aventuras de uma criança que vive com a bisavó e uma cadelinha num vilarejo sem água e sem outros habitantes, "O Regresso Dum Barquinho de Papel" está em cartaz no Porto Dragão, às 16h dos domingos, dias 21, 28 de julho e 04 de agosto

A montagem busca fugir do lugar comum tanto no que diz respeito à forma, quanto ao conteúdo. Em termos estéticos, pode-se notar a clara diferença entre "O Regresso Dum Barquinho de Papel" e boa parte das montagens infantis porque, nesse caso, os integrantes do Cangaias Coletivo Teatral decidiram se comunicar com as crianças sem diálogos diretos, potencializando o teor imagético do espetáculo.

Legenda: Gabi Gomes interpreta Beto/Beta nas aventuras do espetáculo
Foto: Foto: Tim Oliveira

A voz em off, no entanto, aparece em determinados momentos e é um dos elementos utilizados para conduzir o espetáculo protagonizado por Beto/Beta, uma criança que às vezes é menino e, em outras cenas, é menina. "A criança possui os dois gêneros dentro desse universo fantástico da obra. Nos minutos pares, ela é menino e nos ímpares, menina. Tudo porque o pai pedia muito, antes dela nascer, uma filha menina, enquanto as preces da mãe eram por um filho menino", explica Gabi Gomes, atriz que interpreta a personagem.

Durante as peripécias que vive, a criança acaba conhecendo um outro personagem que, assim como ela, é visto como alguém incomum, em relação à maioria das criaturas. Surge aí uma grande amizade. "É um misterioso bicho gigante e logo eles se identificam por serem considerados diferentes", detalha Gabi.

Ainda de acordo com a artista, o contato com o público durante as apresentações do espetáculo vem sendo muito bom: "é muito bonito ver a receptividade que o trabalho causa. As crianças passam o espetáculo inteiro se questionando. Como não tem fala, elas constroem muitas perguntas e fazem na hora pros pais. A gente consegue escutar de dentro da cena. Às vezes, no final, as crianças vêm falar com a gente, fazer perguntas. Tem essa relação de proximidade que o trabalho acaba gerando".

SERVIÇO
Espetáculo infantil “O Regresso dum Barquinho de Papel”

Dias 14, 21, 28 de julho e 04 de agosto (domingos), às 16h
No Porto Dragão (Rua Bóris, 90,  Praia de Iracema - Próximo ao Dragão do Mar)
Ingressos R$ 20 (inteira) / R$10 (meia). Crianças com até 05 anos não pagam.
Mais informações na página do Cangaias Coletivo Teatral no Instagram.