Dois filmes cearenses se destacam na premiação do Festival Guarnicê de Cinema

O documentário "Soldados da Borracha", do cineasta Wolney Oliveira, e "Sertânia", produzido pela Cariry Filmes (CE), levaram uma série de prêmios no tradicional evento do Maranhão. Sertânia ganhou, inclusive, o prêmio principal do festival, como "melhor filme"

Legenda: Trecho de "Sertânia": filme ganhou 5 prêmios pelo Festival Guarnicê (MA)
Foto: Miguel Vassy

O cinema cearense segue levando prêmios no circuito brasileiro de festivais. Nesta segunda (26), pelo júri do 43º Festival Guarnicê de Cinema do Maranhão, "Sertânia" (2020), dirigido pelo baiano Geraldo Sarno e feito pela produtora Cariry Filmes (CE), foi premiado nas categorias "melhor filme", "direção", "direção de fotografia" (Miguel Vassy), "melhor ator" (Vertin Moura) e "melhor ator coadjuvante" (Lourinelson Vladimir). Já "Soldados da Borracha" (2019), do diretor cearense Wolney Oliveira, saiu agraciado com o prêmio de "melhor edição" e "melhor trilha original" (assinada pelo DJ Dolores/PE). 

"Soldados da Borracha" traz a história de 60 mil imigrantes nordestinos que foram para a Amazônia, durante a Segunda Guerra Mundial, encarar o duro trabalho de extrair látex para a indústria americana de armamentos. O filme contabiliza 11 prêmios, desde que teve sua estreia mundial no ano passado, pela programação do Festival de documentários "É tudo verdade". 

"O Guarnicê é o primeiro festival de cinema que fui na minha vida, ainda no início dos anos 80. Fui junto com meu pai, Eusélio Oliveira. Então é um festival que tenho um carinho especial. Sempre é bom você ter o trabalho reconhecido. É o segundo filme que trabalho com o Dolores. O primeiro prêmio foi no Festival É tudo verdade, quando ganhamos como 'melhor documentário'", recapitula Wolney. O filme também foi exibido e premiado na programação do Cine Ceará ano passado, festival que o cineasta produz desde a década de 90. 

Nas categorias de melhor edição e trilha sonora original, "Soldados da Borracha" já tinha ganho pela programação do Festival Aruanda de Cinema, realizado em novembro de 2019, em João Pessoa (PB). 

Reconhecimento

Premiado em cinco categorias, dentre elas a principal ("melhor filme"), "Sertânia" tem ganho o reconhecimento da crítica especializada desde sua estreia e reúne uma equipe mista entre os realizadores do cenário audiovisual nordestino. No Ceará, a produção executiva do longa metragem ficou a cargo da Cariry Filmes (produtora da família de cineastas Rosemberg, Bárbara e Petrus Cariry). 

"Ficamos muito contentes com a premiação. Acompanhamos online a cerimônia de anúncio dos filmes premiados. Além do importante trabalho de Geraldo Sarno na direção, um cineasta com uma reconhecida história e que continua inovando. O prêmio de melhor ator destacou o talento nordestino do ator Vertin Moura, e tivemos também o prêmio pela participação, mais que especial, do Lourinelson Vladimir. E a fotografia criativa e inventiva do Miguel Vassy também foi reconhecida: um trabalho muito bem cuidado, com uma proposição estética ousada", observou Bárbara Cariry.

Perspectivas

Bárbara situa que "Sertânia" continuará sendo exibido "nas janelas" do circuito de festivais e a produção ainda prepara a distribuição do filme para salas de cinema e televisão. "Sabemos que, nesse momento, é mais difícil o público ir aos cinemas, mas vamos tentar da melhor forma, guardando todos os cuidados e recomendações da OMS. Sempre tem um público disposto a ver filmes brasileiros de arte", identifica a produtora cearense. 

Segundo Wolney Oliveira, o desempenho do cinema cearense no circuito de festivais tem favorecido a articulação da criação da "Ceará Filmes", uma agência de fomento à produção do audiovisual local. "O próprio governador Camilo Santana já chegou a cobrar esse projeto da nossa classe, mas aí veio a pandemia. Está sendo tocado pela Secult. Você tem a Rio Filmes, a SP Cine (como iniciativas afins), e a gente espera que, em 2021, com a ajuda do Governo do Estado, possa ser criada a Ceará Filmes", vislumbra o cineasta. 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?