Designer cearense é finalista de concurso promovido por marca brasileira de sapatos

Carla Colares é a única cearense em disputa que teve mais de 2 mil inscritos

Escrito por Redação,

Verso
Legenda: A estudante de 26 anos reuniu referências artísticas para a criação
Foto: Arquivo pessoal

A designer de moda cearense Carla Colares (26) é uma das cinco finalistas que disputam o concurso Melissa Next, que vai revelar a próxima colaboração da marca. A proposta é destacar talentos independentes do mundo da moda por meio de uma votação que segue até o dia 13 de maio no site. O design foi um dos escolhidos dentre outros 2 mil inscritos e foi inspirado no movimento artístico concretismo, além de contar com elementos relacionados a experiências vividas pela criadora, como a participação no Ciências Sem Fronteiras.

Carla é a única cearense e nordestina na disputa, o que para ela carrega uma responsabilidade a mais. “Sei que a nossa terra tem tantos designers e criadores maravilhosos. A sensação de representar essas pessoas é a de que todas elas estão juntas comigo nesse projeto”, afirma.

O incentivo inicial para se inscrever no concurso partiu de uma amiga. A designer passou alguns dias produzindo até chegar ao resultado final.  

O processo criativo incluiu experiências vividas ao longo de sua carreira acadêmica. “Na graduação, eu fiz o Ciências Sem Fronteiras em Londres na Middlesex University e fiz alguns cursos na Central Saint Martins. O que eu sempre ouvi dos meus professores é que é sempre melhor olhar além da moda, e por isso, quando quero criar um conceito de um projeto, busco me inspirar na arte”, explicou.

O modelo

Assim, ela chegou à sua inspiração principal: o concretismo, aliado à estética da escultura “The London Mastaba”. “Eu amo como o concretismo utiliza as formas e as cores, buscando uma arte puramente geométrica. O 'The London Mastaba' é uma escultura gigante, quase como um monólito alienígena flutuante no Hyde Park em Londres, uma cidade que está na minha história. Os concretistas buscavam romper com o simbolismo, e a escultura também consegue romper a paisagem”.

Legenda: Modelo de sandália criado por Carla Colares
Foto: Divulgação

Além disso, a designer também examinou uma parte muito importante da marca. “Também busquei entender o público da Melissa, e com o crescimento cultural do oriente para nós ocidentais, quis homenagear os tamancos geta da indumentária japonesa, mas sem querer representá-los fielmente, apenas como uma inspiração nos cheios e vazios do solado”, disse.

Sobre os planos futuros, caso ganhe o concurso, a designer cita o reconhecimento que já ganhou pela participação e um sentimento a mais: "vou ficar muito feliz de saber que um dia posso esbarrar na rua com uma criação que eu mesma criei".